Violência sexual

Interno é estuprado dentro de unidade socioeducativa no bairro Vinhais em São Luís

A informação foi confirmada pela Fundação da Criança e do Adolescente (Funac).
Imirante.com, com informações da rádio Mirante AM09/05/2019 às 12h30
Interno é estuprado dentro de unidade socioeducativa no bairro Vinhais em São LuísCentro Socioeducativo de Internação Masculina, localizado no bairro Vinhais. (Foto: divulgação)

SÃO LUÍS – Um caso de violência sexual foi registrado dentro do Centro Socioeducativo de Internação Masculina, localizado no bairro Vinhais, na madrugada desta quinta-feira (9). A informação foi confirmada pela Fundação da Criança e do Adolescente (Funac).

Segundo informações da polícia, dois internos, maiores de idade, pegaram um outro interno de 17 anos e o arrastaram até o banheiro, onde violentaram sexualmente o menor de idade. Foi nesse momento que um outro interno, também menor de idade, viu toda a situação e ameaçou denunciar, motivando os autores da violência a o amarrarem para posteriormente também violentá-lo.

Os dois autores do estupro foram identificados como José Leandro Loureiro Santos, também conhecido como "tartaruga", e David Vinícius de Matos, conhecido como "Barreto".

Foi nesse momento que os monitores da unidade ouviram os gritos do interno que estava sofrendo o estupro e do outro que estava amarrado e conseguiram imediatamente interceptar a ação. De acordo com a polícia, as agressões sexuais contra o adolescentes já aconteciam há cerca de um mês.

Todos os envolvidos na ação foram encaminhadas para o Plantão Central da Polícia Civil, na avenida Cajazeiras, São Luís. O menor que chegou a ser violentado sexualmente foi levado para exame de corpo de delito. Já os dois maiores, de acordo com o delegado Ribamar Alves, foram presos em flagrante por estupro e encaminhados para o Centro de Triagem de Pedrinhas.

Esses dois internos que realizaram a violência sexual são maiores de idade e ainda encontravam-se na unidade em cumprindo medidas socioeducativas de delitos que realizaram quando ainda eram menores de 18 anos.

Por meio de nota, a Funac se posicionou sobre o assunto.

Vaja a nota na íntegra:

"A Fundação da Criança e do Adolescente (Funac) informa que registrou uma situação de violência sexual, em uma das unidades socioeducativas, na quarta-feira (08).

Os procedimentos previstos em portaria, que trata sobre o assunto, estão sendo realizados, inclusive atendimento prioritário a vítima e seus familiares. O órgão determinou a abertura de procedimento administrativo para apurar os fatos.

Quanto aos adolescentes envolvidos, os dois que praticaram o ato foram transferidos para triagem do sistema penitenciário, por já possuírem a maior idade."

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.