Histórico de problemas

MPF discute melhorias na qualidade do serviço do aeroporto de São Luís

Em reunião com representantes da Infraero foram debatidos pontos de melhorias no serviço e na estrutura do aeroporto.
Imirante.com, com informações do MPF26/03/2019 às 13h47
MPF discute melhorias na qualidade do serviço do aeroporto de São LuísNa ocasião, os representantes da Infraero informaram acerca da correção do sistema de climatização do aeroporto. (Foto: Reprodução)

SÃO LUÍS - O Ministério Público Federal (MPF) no Maranhão se reuniu com representantes da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) para discutir o recente histórico de problemas relacionados à infraestrutura do Aeroporto Internacional Marechal Cunha Machado e estabelecer um cronograma para as ações voltadas para aprimorar a experiência dos usuários do terminal.

Leia também:

Aeroporto de São Luís e Imperatriz entram na lista de privatização

Tarifas de embarque em aeroportos terão aumento de 5,39%

Participaram da reunião, o procurador da República Hilton Araújo de Melo, a superintendente do Aeroporto Marechal Cunha Machado Tayse Brandão Figueredo, o gerente de Gestão Operacional e de Segurança Marcelo Frazão Angelim e o Encarregado de Manutenção Luís Roberto Nogueira. A reunião girou em torno de duas recomendações expedidas pelo MPF, em 28 de janeiro de 2019.

Na ocasião, os representantes da Infraero informaram acerca da correção do sistema de climatização do aeroporto, visto que já tramita processo de contratação visando a aquisição de novas peças para as máquinas que servirão ao saguão do Terminal I, bem como que já foi otimizado o sistema de ar-condicionado na área de embarque. Outro ponto tratado diz respeito à disponibilização de vagas na área externa do aeroporto, com vistas a otimizar as áreas destinadas ao embarque e desembarque de passageiros, tendo a Infraero comprometido-se a apresentar estudo alternativo à realidade atual, de modo a corrigir a distribuição do espaço ao longo da pista de acesso.

A reunião tratou ainda da intermodalidade entre o transporte aéreo e os transportes rodoviário, ferroviário e aquaviário, visando a conexão rápida e direta entre o aeroporto de São Luís e os principais terminais de transporte da cidade, tendo a Infraero informado que já se reuniu com o prefeito do município de São Luís, solicitando a implementação de uma linha de transporte público especial para o aeroporto. A Infraero informou ainda que já solicitou recursos orçamentários para a efetivação das obras de construção da calçada ao longo de todo o muro do aeroporto, às margens da BR-135.

No que se refere ao serviço de informações aos usuários, foi afirmado que as equipes do Procon, do Viva Cidadão e da Secretaria de Turismo, que atuam no aeroporto, passaram recentemente por treinamento e que a Infraero reforçou seu quadro disponibilizando permanentemente dois encarregados para auxiliar os atendentes do balcão de informações. Sobre os totens de colheitas de manifestações, informaram a disponibilização de um canal online para reclamações, podendo o usuário efetuar considerações sobre os serviços por escritos, nas caixas de ouvidoria, cujas informações encontram-se disponibilizadas aos usuários.

Assim, o MPF pediu que a Infraero, no prazo máximo de 10 dias, enviasse os documentos comprobatórios do status da solicitação de disponibilização do recurso para a obra de construção da calçada e do pedido de viabilização da linha de transporte público para o aeroporto. O MPF agendará uma nova reunião, com a presença de representantes do município de São Luís, para tratar da intermodalidade do transporte.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.