Mais uma vez

Manifestantes voltam a interditar ponte Bandeira Tribuzzi

De acordo com o comando da Polícia Militar, uma equipe do Batalhão de Choque já foi enviada ao local para tentar conter a manifestação.
Imirante.com19/03/2019 às 16h40
Manifestantes voltam a interditar ponte Bandeira TribuzziSegundo informações da polícia, os moradores da área atearam fogo, novamente, em galhos de árvores e pneus, para bloquear a passagem de veículos na via. (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS - No meio da tarde desta terça-feira (19), manifestantes votaram a interditar a acesso à ponte Bandeira Tribuzzi, na avenida Professor Carlos Cunha, no bairro do Jaracati, em São Luís. Segundo informações da polícia, os moradores da área atearam fogo, novamente, em galhos de árvores e pneus, para bloquear a passagem de veículos na via.

De acordo com o comando da Polícia Militar, uma equipe do Batalhão de Choque já foi enviada ao local para tentar conter a manifestação.

O acesso à Ponte Bandeira Tribuzzi já havia sido bloqueado no início da manhã desta terça, quando moradores da região protestaram, pedindo segurança e respeito no trânsito, além de cobrarem por justiça no caso do atropelamento de duas pessoas na avenida Professor Carlos Cunha, no último domingo (17), entre as vítimas, uma criança de um ano. O responsável pelo acidente ainda não foi identificado e estaria embriagado, segundo os moradores.

O protesto na parte da manhã chegou ao fim, após intervenção de policiais do Batalhão de Choque da PM, que desobstruíram a avenida Professor Carlos Cunha.

Saiba mais:

Protesto de moradores do Jaracati bloqueia acesso à Ponte Bandeira Tribuzzi

Protesto no Jaracati se encerra após ação da polícia

Como está próximo ao horário de pico, a interdição no ponte Bandeira Tribuzzi vai causar muito transtorno para quem precisar trafegar pelo local, já que qualquer bloqueio na vida provoca enormes engarrafamentos tanto no Jaracati, quando na região do Calhau e Centro.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.