Contra aumento das passagens

Protesto contra aumento de passagens interdita a Av. dos Portugueses

A via foi fechada no sentido Centro ao Itaqui-Bacanga, e o trânsito é complicado.
Imirante.com29/01/2018 às 06h34
Policiais militares acompanham o protesto. Foto: Reprodução/TV Mirante.

SÃO LUÍS – Manifestantes que são contra os aumentos das tarifas de ônibus na Região Metropolitana de São Luís fizeram um ato na manhã desta segunda-feira (29), na Barragem do Bacanga. Eles reclamam que o valor é alto para a população mais carente que depende diariamente do transporte público.

O protesto fechou, até as 7h, a avenida dos Portugueses no sentido do Centro ao Itaqui-Bacanga. Sem a presença de agentes da Secretaria Municipal de Trãnsito e Transporte (SMTT), motorista arriscavam a vida deles e de outras pessoas fazendo manobras como subir o canteiro centra e trafegar na contramão. A via já está liberada, e o trânsito volta a fluir normalmente nos dois sentidos.

Motoristas entram na contramão para chega ao seu destino. Foto: Reprodução/TV Mirante.

A Prefeitura de São Luís anunciou, no último dia 20, reajuste nos valores das tarifas dos ônibus. De acordo com a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), as linhas integradas passará de R$ 2,90 para R$ 3,10. Já as linhas não-integradas (níveis I e II), que antes apresentavam valores distintos de cobrança (R$ 2,20 e R$ 2,50 respectivamente) passarão a ter preço único de R$ 2,70. Os valores estão em vigor desde segunda-feira (22).

Veja a nota divulgada pela SMTT sobre o reajuste:

A Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) informa o reajuste na tarifa de prestação do serviço de transporte público de São Luís. O valor da passagem das linhas integradas passa de *R$ 2,90 para R$ 3,10*e o das não integradas - atualmente de R$ 2,20 e R$ 2,50 - passa a ter preço único de R$ 2,70. Os novos valores tarifários fixados por Decreto Municipal entram em vigor a partir da 0h desta segunda-feira, dia 22 de janeiro de 2018.

A SMTT esclarece que o reajuste tarifário atende às regras do contrato de concessão do serviço. O último reajuste concedido às empresas que operam o sistema de transporte público da capital maranhense tinha ocorrido em março de 2016, há quase dois anos.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.