Sob nova direção

Berilo Macedo toma posse como novo presidente do Crea-MA

Berilo Macedo foi eleito com 582 votos durante a eleição do Sistema Confea.
Imirante.com, com informações de assessoria02/01/2018 às 19h41
Berilo Macedo toma posse como novo presidente do Crea-MANovo presidente do Crea-MA, o engenheiro eletricista Berilo Macedo. ( Foto: Divulgação / Crea-MA)

SÃO LUÍS - O novo presidente do Crea-MA, o engenheiro eletricista Berilo Macedo, tomou posse durante a 4ª Reunião Plenária Extraordinária, que aconteceu na sexta-feira (29). Na oportunidade também foram empossados o diretor geral da Mútua, José Pinheiro Marques e o diretor administrativo, José Monteiro.

A reunião, que foi conduzida pelo ex-presidente em exercício, Clovis Filho, aconteceu às 18h, no auditório do Crea, que ficou lotado de autoridades municipais e estaduais, gestores de diversas entidades, profissionais, conselheiros e funcionários. Também participou do evento a nova superintendente do Conselho, a engenheira civil Maria Odinéa Melo Santos Ribeiro.

Berilo Macedo foi eleito com 582 votos durante a eleição do Sistema Confea, que aconteceu no dia 15 de dezembro.

Em seu discurso, o novo presidente ressaltou que continuam válidos e firmes os propósitos assumidos durante a campanha, nos eixos institucional, social, profissional e organizacional. “A engenharia, no Maranhão, assim como em todo o Brasil, é acatada como um fator imprescindível de desenvolvimento”, ressaltou.

Dentre as ações no eixo institucional, Berilo Macedo disse que será reequipada a estrutura operacional e aperfeiçoados os processos de fiscalização sobre obras e serviços de engenharia e da agronomia, além de fortalecer a parceria do Crea-MA com instituições de ensino e valorização de entidades de classes.

No eixo organizacional, destaque para a construção da nova sede do Crea e a melhoria da estrutura física das inspetorias, criação do plano de cargos, carreiras e salários e modernização dos serviços prestados pelo Conselho.

No eixo profissional, o foco será na fiscalização do cumprimento do piso salarial de engenheiros e agrônomos e no apoio e estimulo para que instituições de ensino promovam cursos de especialização e aperfeiçoamento, além de promover ações incisivas para que os cargos e funções da administração pública sejam privativos de funcionários registrados no Crea.

Por último, Berilo Macedo afirmou que, no eixo social, irá garantir a participação do Crea-MA nas demandas de engenharia e agronomia que sejam de interesse social e ainda assegurar a participação do Crea nos conselhos e comissões técnicas dos órgãos e empresas públicas.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.