Operação Carne Legal

Abatedouros clandestinos são fechados em SL

Foram encontradas diversas irregularidades nos abatedouros.
Imirante.com, com informações da Agência São Luís09/12/2017 às 13h20
Abatedouros clandestinos são fechados em SLFoto: reprodução

SÃO LUÍS - A Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), deflagrou, na noite dessa sexta-feira (8), mais uma ação de fiscalização da operação Carne Legal. Trata-se de uma ação da campanha de combate ao abate clandestino de animais, que tem como tema Abate Clandestino é Crime. Nessa etapa da operação foram apreendidos 46 animais em dois abatedouros clandestinos localizados no bairro João Paulo. Os locais foram interditados.

Nos abatedouros, foi possível observar diversas irregularidades e a falta de qualquer condição sanitária, tanto na criação, quanto no abate de animais, suínos e caprinos. Em razão das irregularidades, todos os locais fiscalizados foram interditados e lacrados pela Polícia Militar do Maranhão.

Essa ação tem o objetivo de prevenir, controlar e erradicar as doenças, por intermédio da intensificação do cadastramento e fiscalização do trânsito de animais, de estabelecimentos de abate, criatório e venda.

O superintendente de Defesa e Inspeção Sanitária Animal e Vegetal da Semapa, Francisco Soares, explicou que a Inspeção Sanitária trabalha para melhorar a saúde pública e garantir a qualidade dos alimentos. "Esses animais apreendidos serão encaminhados para o abate sanitário em um dos abatedouros legalizados pela Prefeitura, mas antes passarão por inspeção, com coleta de sangue para realização de exames. As carnes constatadas próprias para consumo serão doadas para ONGs cadastradas no Ministério Público", garantiu o superintendente da Semapa.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.