Cenário de guerra

Galeria aberta, lixo, pedras e lama no São Bernardo

Nesta semana, um carro ficou preso em uma galeria quebrada.
Imirante.com03/03/2017 às 08h30

SÃO LUÍS – Quem entra no São Bernardo pela rua que leva o nome do bairro, colada com a avenida Guajajaras, se depara com uma situação arriscada. A tampa de uma galeria está quebrada, há vários dias, após um acidente.

Segundo o morador James Coelho Silva, a estrutura de concreto não suportou o peso de um ônibus e cedeu. Na Terça-feira de Carnaval, um carro ficou na galeria já destruída. Os moradores resolveram sinalizar o problema colocando um pedaço de madeira e um cesto verde.

Apesar do perigo, os motoristas e motociclistas trafegam pela via que, também, apresenta problema de pavimentação. Uma estreita camada de asfalto é o caminho disputado por todos que passam por lá.

A situação é ainda pior na travessa São Francisco, ali perto. O cenário parece de guerra. Muitas pedras e terreno acidentado. Com as chuvas dos últimos dias, o lixo se espalha pelo local entupindo uma das galerias de um córrego. Um bueiro, demarcado por um pneu, oferece risco para o pedestre.

Na esquina das duas vias, um lixão foi formado com todo tipo de material. Garrafas, cestos, baldes, vários objetos que podem se tornar criadouros de mosquitos transmissores de doenças são descartados no terreno. Até um sofá foi deixado no local.

Por meio de nota enviada ao Imirante.com, a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) informa que as obras de urbanização do bairro São Bernardo foram iniciadas ainda no ano passado e tiveram seu cronograma de execução alterado devido ao período chuvoso. Leia a nota!

"A Semosp esclarece que as obras contemplam serviços de drenagem e pavimentação asfáltica, que vão beneficiar moradores do São Bernardo e bairros vizinhos. Sobre a galeria, a Semosp comunica que irá enviar uma equipe para avaliar a situação e adotará as medidas necessárias para solucionar os problemas constatados. O Comitê Gestor da Limpeza Urbana, da Prefeitura de São Luís, informa que a coleta de resíduos domiciliares acontece regularmente, no São Bernardo, às terças, quintas e sábados, no período noturno. O Comitê esclarece ainda que os resíduos acumulados em alguns pontos do bairro é resultado do descarte irregular, e que realiza periodicamente a remoção do material descartado no local mencionado na reportagem. Por fim, comunica que o ponto já consta da programação para a remoção dos resíduos acumulados".

Galeria de fotos

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.