Operação Rota 65

Polícia Federal desarticula organização criminosa especializada no tráfico transnacional de drogas

Foram cumpridos 12 mandados de prisão preventiva e uma de condução coercitiva.
Imirante.com, com informações da PF22/06/2016 às 09h22

SÃO LUÍS – Na manhã desta quarta-feira (22), a Polícia Federal (PF) realizou a Operação Rota 65 nas cidades de São Luís (MA) e Cáceres (MT). O objetivo da ação foi desarticular uma associação criminosa especializada no tráfico transnacional de drogas.

Segundo a PF, as investigações, iniciadas no ano de 2015, levaram à identificação da associação especializada no tráfico de cocaína oriunda da Bolívia, tendo como destino traficantes atuantes no Maranhão. A droga ingressava no país por meio da província de San Matias na Bolívia, passava por fornecedores brasileiros residentes no município de Cáceres e era transportada em compartimentos ocultos no interior de veículos até a capital maranhense. Durante o processo investigativo a PF apreendeu, no Maranhão, de cerca de 100 kg de cocaína além da prisão em flagrante de cinco envolvidos, que não tiveram os nomes divulgados.

A Polícia Federal ressalta que o núcleo maranhense tinha ligação com uma das principais facções criminosas atuante no Maranhão e dominava o tráfico de drogas nos bairros do Barreto e Ivar Saldanha, em São Luís.

Foram cumpridos pela PF um total de 12 mandados de prisão preventiva, uma de condução coercitiva e sete mandados de busca e apreensão, mobilizando um total de 40 policiais federais.

Ainda de acordo com a PF, um dos alvos encontra-se aprovado nas fases preliminares do concurso da Polícia Militar do Maranhão, e os demais conduzidos possuem conexões com uma facção criminosa conhecida no Estado.

O nome atribuído à operação faz alusão ao DDD da cidade de Cáceres, por onde a droga, oriunda da Bolívia, ingressava em território nacional, e seguia por rodovia até o Maranhão.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.