Efeito dominó

Veja fotos da paralisação dos rodoviários em SL

Paralisação de advertência deveu-se ao atraso do pagamento do salário da categoria.
Imirante.com, com informações da Mirante AM22/02/2016 às 08h51
Paralisação de advertência deveu-se ao atraso do pagamento do salário da categoria.

SÃO LUÍS – Por duas horas,nesta segunda-feira (22), rodoviários das principais empresas de São Luís se concentraram na porta das garagens de empresas como Taguatur, Primor, Maranhense e Gonçalves. A paralisação de advertência deveu-se ao atraso do pagamento do salário da categoria.

O presidente do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão, Isaias Castelo Branco, em entrevista ao repórter Danilo Quixaba, da Rádio Mirante AM, explica os motivos da paralisação de advertência dos rodoviários. Ouça a entrevista completa no fim da matéria.

Paralisação de advertência deveu-se ao atraso do pagamento do salário da categoria.

Segundo um dos diretores do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do Maranhão, Lago, o pagamento de 40% deve ser feito até o dia 20 de cada mês. Ele alertou que, caso este pagamento não seja feito hoje, uma paralisação, ainda mais longa, deve ocorrer nesta terça-feira (23).

Por duas horas nesta segunda-feira (22) rodoviários das principais empresas de São Luís se concentraram na porta das garagens.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.