Pronunciamento

Governador se pronuncia sobre desistência da Petrobras de investir na Refinaria Premium I

O gestor do Estado afirmou que "lamenta profundamente" o caso.
Imirante.com30/01/2015 às 16h44

SÃO LUÍS – Na tarde desta sexta-feira (30), o governador do Estado, Flávio Dino, se manifestou sobre a decisão da Petrobras de parar os investimentos na refinaria Premium I, no Maranhão.

Foto: Divulgação

Por meio de nota, o governo do Estado afirmou que “lamenta profundamente” o caso. E disse, ainda, que está pronto a “dialogar com a Petrobras para a retomada de investimentos no Maranhão”. (Veja a nota, na íntegra, no fim da matéria).

A resposta do governador veio dois dias depois de a Petrobras informar, por meio do balanço do terceiro trimestre, que cancelaria os investimentos nos projetos de construção das refinarias Premium I (Maranhão) e Premium II (Ceará).

A companhia atribuiu a desistência dos projetos das refinarias à falta de parceiros e à revisão das expectativas de crescimento do mercado de combustíveis. A decisão de descontinuar os projetos, segundo a estatal, foi tomada no dia 22 de janeiro.

Em sua primeira fase, a Premium I, segundo a empresa, seria capaz de produzir de 300 mil barris/dia. Após a conclusão das obras, seriam 600 mil barris/dia. Ela produziria óleo diesel, querosene de aviação (QAV), nafta petroquímica, GLP (gás de cozinha), bunker (combustível para navios) e coque.

De acordo com a empresa, as duas refinarias, que não saíram do papel, criaram uma baixa contábil de R$ 2,707 bilhões: R$ 2,111 bilhões da Premium I e R$ 596 milhões, da Premium II.

"A companhia, diante dos resultados econômicos alcançados até o momento, consideradas as taxas previstas de crescimento dos mercados interno e externo de derivados e da ausência de parceiro econômico para a implantação, condição prevista no Plano de Negócios e Gestão da Companhia, PNG 2014-2018, entendeu que deveria encerrar estes projetos de implantação", citou a empresa, no balanço do terceiro trimestre de 2014.

Ainda segundo a Petrobras, a empresa adotará todas as providências necessárias para reestruturar os compromissos assumidos para os projetos das refinarias Premium I e II junto aos governos estaduais e municipais, agências reguladoras e outros órgãos envolvidos.

Veja, na íntegra, a nota do governador do Estado do Maranhão sobre o caso:

NOTA

I. O Governo do Estado lamenta profundamente que os esforços feitos pela iniciativa privada e pelo povo maranhense para garantir a instalação da Refinaria Premium I, como fator de desenvolvimento e geração de oportunidades para nossa gente, tenha apenas se transformado em um rol de notícias negativas, que envolvem antigos gestores do Governo do Estado.

II. Estamos prontos a dialogar com a Petrobras para a retomada de investimentos no Maranhão, sendo sanados os erros técnicos do projeto original, que não são de responsabilidade do povo maranhense;

III. Seguiremos trabalhando em sintonia com o Governo Federal para que nosso Estado receba projetos que efetivamente tragam desenvolvimento para todos.

Flávio Dino

Governo do Estado do Maranhão

A Prefeitura de Bacabeira, também, se manisfestou sobre o caso. Veja a nota na íntegra.

Foto: Divulgação

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.