Uso de Drogas

Terreno vira ponto de uso de drogas e preocupa moradores do bairro da Cohama

De acordo com os residentes, o caso está sendo negligenciado pela Polícia Militar.
Heider Matos/Imirante.com17/10/2014 às 17h06

SÃO LUÍS – O uso de um terreno para consumo de drogas tem tirado o sossego de moradores do bairro Cohama, em São Luís. De acordo com os residentes, o caso está sendo negligenciado pela Polícia Militar.

Segundo denúncia feita ao Imirante.com, um terreno próximo a um posto de gasolina, na rua do Aririzal, bairro Cohama, em São Luís, está sendo utilizado por pessoas para consumo de drogas. Além do forte cheiro exalado pelo uso de entorpecentes, os moradores relatam que todos os dias têm um incêndio dentro do terreno. “A fumaça incomoda os moradores do Residencial, e enche as casas de cinzas. Tenho um filho com asma e isso o prejudica muito. De vez em quando, tenho que levá-lo ao hospital em função disso”, relatou uma moradora que não quis ser identificada.

Os moradores relataram ainda, que já foram feitas várias denúncias ao poder público, no entanto, o caso está sendo negligenciado pelas autoridades. “Já pedimos ajuda várias vezes, tanto da Polícia Militar como para Corpo de Bombeiros. Mas eles nos ignoram. Só falta pedir ajuda para o Batalhão Ambiental, mas, sabemos que não vai dar em nada” disse a moradora.

A reportagem do Imirante.com esteve no local e flagrou um fluxo contínuo de pessoas no terreno. Quem passa em frente à área teme pelo pior. “Eu Tenho muito medo de passar por aqui. Quem passa pelo local se sente ameaçado”, disse a estudante Lausiléia, de 19 anos. A doméstica Pedrolina, de 50 anos, passa todos os dias pelo e confessa o seu temor. “Sempre tenho medo. Mas, não tem jeito, eu trabalho aqui no bairro e tenho que passar”.

Em nota, a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP), por meio do Comando de Policiamento de Área Metropolitana (CPAM I), informou que o policiamento na Rua do Aririzal, na Cohama, é realizado rotineiramente por duas viaturas do 8º Batalhão da Polícia Militar (BPM). O comando do 8º BPM ressaltou que irá intensificar o patrulhamento na região, com o apoio da equipe Albatroz.

O proprietário do terreno não foi encontrado para falar sobre o assunto.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.