Polícia

Operações policiais ocorrem nesta manhã, no Barreto e João Paulo

No Barreto, 170 policiais militares fecharam todos os acessos ao bairro.
Imirante.com, com informações da Mirante AM01/08/2014 às 06h55

SÃO LUÍS – Duas operações da Polícia Militar do Maranhão (PM-MA) ocorrem nesta manhã de sexta-feira (1º), em São Luís. A primeira ocorre na área do Barreto: 170 policiais militares fecharam todos os acessos ao bairro para o cumprimento de mandados de busca e apreensão.

À Rádio Mirante AM, o tenente-coronel Alves, comandante do Policiamento Metropolitano, afirmou que se trata de uma medida preventiva. A polícia teria informações de que uma grande quantidade de droga teria chegado ao Barreto e seria vendida durante este fim de semana. A operação realizou abordagens em 12 residências de supostos traficantes da região.

Em apenas uma delas foi encontrada a droga. Na casa de Débora Ferreira do Carmo, mulher de um traficante conhecido como "Bracinho", a polícia apreendeu duas barras com cerca de 2 kg de crack, metade de uma barra de maconha, a quantia de R$ 250 reais e duas balanças de precisão. Não houve prisões, porque os moradores da casa não estavam mais no local.

O coronel Zanone Porto, comandante-geral da Polícia Militar, disse suspeitar de vazamento de informações sigilosas da operação, uma vez que a expectativa era a de encontrar uma quantidade bem maior de entorpecentes. "Estamos planejando isso há cerca de vinte dias (...) Acreditamos que houve um vazamento", afirmou.

Na feira do João Paulo, também, é realizada uma operação na rua projetada que é conhecida como a "cracolândia" do bairro. No local, dois homens já foram detidos. Um deles é Walisson Pereira, de 19 anos de idade, que foi preso portando 17 trouxas maconha e uma faca. Outro é Genilson de Oliveira Furtado, preso por desacato.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.