Transporte coletivo

Táxis-lotação cobram passagem mais cara do que a de ônibus

Enquanto tarifa mais alta cobrada no transporte coletivo é de R$ 2,40, passagem nos "carrinhos" de é R$ 2,50.
O Estado17/07/2014 às 06h36

SÃO LUÍS – O serviço de táxi-lotação, oferecido de forma irregular por condutores de carros particulares, em São Luís, está custando mais caro que o de transporte coletivo, operado pelas empresas que têm autorização da Prefeitura para explorar o serviço. Enquanto o usuário de ônibus paga R$ 2,40 (na mais cara das três tarifas), quem prefere o táxi-lotação precisa desembolsar R$ 2,50. Durante a greve dos rodoviários, a Prefeitura de São Luís anunciou que intensificaria a fiscalização ao serviço irregular de táxi-lotação. No entanto, passado quase um mês e meio do fim da greve, os chamados ‘carrinhos’ continuam circulando livremente pelas ruas e avenidas da capital.

Segundo o condutor Carlos André Pinheiro, que transporta moradores da Vila Nova, na área Itaqui-Bacanga, para o Centro, o reajuste aconteceu ainda durante a greve dos rodoviários. “Como a cidade ficou muitos dias sem ônibus, as pessoas começaram a recorrer aos carrinhos e o preço da passagem aumentou. Com o fim da greve, muitos motoristas decidiram manter o preço mais alto. Agora todo mundo cobra R$ 2,50. Antes, o preço era R$ 2,00”, informou o condutor, que há 10 meses explora o serviço de táxi-lotação.

Leia mais na edição, desta quinta-feira (17), do jornal O Estado do Maranhão.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.