Jovem Aprendiz

Participantes do programa "Jovem Aprendiz" recebem orientação

Gisele Amaral04/02/2014 às 18h26

SÃO LUÍS - Cerca de 200 jovens inscritos no programa Jovem Aprendiz participaram da série de oficinas de Orientação Profissional desenvolvida para proporcionar maior aproveitamento dos candidatos a uma das vagas voltadas para esta modalidade de contratação.

A Oficina de Orientação Profissional faz parte das rotinas de intermediação de vagas do Sistema Nacional de Emprego no Maranhão (Sine-MA). O foco é mais específico e aprofundado em dinâmicas de grupo e entrevista de emprego. Estão sendo realizadas exclusivamente na Agência Central do Sine, na Rua da Paz, no centro da cidade, em São Luís.

Segundo a coordenadora da Oficina, Lourdes Reis, o planejamento para o público participante é minucioso. “Eles são muito jovens, com faixa etária de 15 a 18 anos; então, a abordagem dos temas foi justamente para torná-los seguros quando participarem de dinâmicas de grupo e entrevista de emprego e não perderem a oportunidade, por um pequeno deslize que poderia ser evitado, inclusive a falta de atenção ou a timidez, que são comuns nessa idade” esclareceu.

Os jovens participantes aprovam a metodologia, onde podem vivenciar situações semelhantes a uma entrevista de emprego e a uma dinâmica de grupo. A candidata Creudilene Dias declarou que a iniciativa será de grande ajuda. “Agora, eu já sei que não ficarei nervosa quando enfrentar uma dinâmica de grupo e saberei como agir na hora da entrevista, não quero perder uma oportunidade de emprego, apenas porque eu não soube o que dizer no momento”.

Pelo menos 150 jovens capacitados pela oficina de Orientação Profissional do Sine-MA serão selecionados para ingressar no mercado de trabalho. O secretário de Trabalho e Economia Solidária, José Antônio Heluy, enfatiza que os empregadores que necessitarem dessa mão de obra também podem entrar em contato com o serviço. “O programa foi desenvolvido pelo Governo Federal para dar vivência profissional aos jovens. Ajudar a formar a nova mão de obra do estado também leva o empresário a cumprir o papel social de sua empresa”.

Regulamentação

A Aprendizagem é estabelecida pela Lei nº 10.097/2000, regulamentada pelo Decreto nº. 5.598/2005 e estabelece que todas as empresas de médio e grande porte estão obrigadas a contratar adolescentes e jovens entre 14 e 24 anos.

Trata-se de um contrato especial de trabalho por tempo determinado, de no máximo dois anos. Os jovens beneficiários são contratados por empresas como aprendizes de ofício previsto na Classificação Brasileira de Ocupações do Ministério do Trabalho e Emprego, ao mesmo tempo em que são matriculados em cursos de aprendizagem, em instituições qualificadoras reconhecidas, responsáveis pela certificação. A carga horária estabelecida no contrato deverá somar o tempo necessário à vivência das práticas do trabalho na empresa e ao aprendizado de conteúdos teóricos ministrados na instituição de aprendizagem.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.