Zoonoses

Campanha de vacinação antirrábica continua em São Luís

Cerca de 40 mil animais já foram imunizados contra a raiva na capital.
Divulgação/Prefeitura de São Luís25/09/2013 às 13h29

SÃO LUÍS - A Campanha Nacional de Vacinação Antirrábica segue em São Luís. Iniciada no último dia 14, as ações de imunização estão agora concentradas no Distrito da Cohab que envolve, também, bairros como o Cohatrac, Anil, Turu e outros das proximidades. Nesta etapa, a Prefeitura de São Luís realiza a vacinação “porta-a-porta”, quando as equipes do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) vão de casa em casa para a aplicação das vacinas em cães e gatos.

De acordo o secretário de saúde, Cesar Felix, a vacinação diretamente nas residências foi um modelo escolhido para que haja uma maior efetividade na imunização desses animais. “Nós sabemos da dificuldade que muitos têm de ir até um posto de vacinação e procuramos um modelo de trabalho que desse maior celeridade à Campanha”, ressaltou.

Segundo o coordenador do CCZ, João Batista Pires, a população está colaborando de forma bastante satisfatória com a imunização, abrindo suas portas e recebendo as equipes. “Até agora já contabilizamos quase 40 mil animais vacinados”, observou.

Até o próximo dia cinco de outubro a vacinação continuará no distrito da Cohab. Em outubro, a partir do dia 21, será a vez do Distrito Tirirical com bairros como o São Cristóvão, São Bernardo, João de Deus, Pirapora, Cidade Olímpica, Santa Clara, entre outros.

O cronograma desenvolvido prevê que a Campanha seja finalizada apenas no final de novembro de 2013, quando se espera atingir a meta de imunizar cerca de 90 mil animais. O início do evento contou com 83 postos instalados no centro da cidade e nos bairros Alemanha, Radional, Vicente Fialho, Bequimão que deram um resultado bastante expressivo ao primeiro dia de combate à doença.

Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), durante mais de 20 anos não houve registro de casos de raiva em humanos na região metropolitana de São Luís. No ano passado foram 55 casos do tipo canino.

Até agora, oito casos da doença foram registrados na Grande São Luís em 2013. “Essa diminuição de casos já é reflexo do trabalho contínuo que realizamos desde o começo do ano. Somente em junho, na primeira etapa da Campanha Nacional de Vacinação, atingimos 87 mil cães e gatos. Um resultado muito superior ao de outras capitais da região Nordeste, por exemplo ”, ressalta João Batista Pires.

Raiva

A raiva é uma doença transmitida por vírus e ataca o sistema do animal. É a zoonose mais perigosa e fatal para os animais que a transmitem e também para o ser humano que não se submete ao tratamento a tempo.

O vírus é transmitido ao homem pela saliva do bicho infectado, através de mordida, arranhão ou mesmo lambida. Mudanças bruscas de comportamento (euforia, depressão), ansiedade, paralisia, demência e alucinações são alguns dos sintomas que podem ser confundidos, inicialmente, com uma gripe.

Em caso de suspeitas que algum animal esteja doente, seja ela na rua ou em ambiente residencial, o Centro de Controle de Zoonoses deve ser acionado pelo telefone 3212-2816.

Cronograma da campanha

Até 5/10 – Distrito Cohab (envolve os bairros Cohab, Cohatrac, Anil, Turu e proximidades);

21/10 a 31/10 – Distrito Tirirical (Bairros Tirirical, São Cristóvão, São Bernardo, João de Deus, Santa Bárbara, Vila Itamar, Pirapora, Santa Efigênia, Cidade Olímpica (I, II e III), Santa Clara, Vila Lobão, Janaína e outros do entorno);

18/11 a 22/11 – Distrito Vila Esperança (Estiva, Itapera, Maracanã, Pedrinhas, Quebra Pote, Tibiri, Coqueiro, Vila Sarney, Vila Esperança e demais do entorno);

25/11 a 29/11 – Distrito Itaqui-Bacanga (Bacanga, Vila Embratel, Anjo da Guarda, Vila Bacanga, São Raimundo, Gapara, Vila Nova).

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.