Asma

Saiba como evitar crise de asma

Mais de 20 milhões de brasileiros sofrem de asma.
Imirante23/08/2013 às 09h30

A asma é uma doença que acomete pessoas de qualquer idade. A maioria dos casos, é diagnosticada na infância e é comum manifestar-se em pessoas de uma mesma família. Atualmente, mais de 20 milhões de pessoas sofrem de asma no Brasil e a doença também é responsável por uma média de 350 mil internações, todo ano, no SUS.
Os sintomas da asma são praticamente os mesmos que a bronquite: tosse com secreção, dificuldade para respirar, sensação de aperto e chiado no peito. A diferença é que a bronquite define-se como uma inflamação aguda pontual nos brônquios, enquanto a asma é uma doença inflamatória crônica das vias respiratórias, que pode se manifestar de forma, leve, leve persistente, moderada ou avançada. Ao longo da inflamação é comum o acometido passar por períodos de exacerbação, conhecidos por crises de asma.

Acompanhe algumas recomendações:

* Não fume. Numa família de asmático ninguém deve fumar. Evite o contato com fumaça e com fumantes;

* Identifique os sintomas iniciais das crises e tome as medidas necessárias para que não se tornem graves;

* Submeta-se a testes de pele para identificar possíveis alergias a alguma substância específica;

* Evite apanhar resfriados e gripes;

* Fumaças, gases, cheiros de tinta, de produtos de limpeza ou de higiene pessoal e perfumes podem ser prejudiciais aos asmáticos. Fuja deles;

* Tome muito líquido. Recomenda-se ingerir de cinco a oito copos por dia. Isso ajuda a diluir a secreção brônquica e facilita a expectoração;

* Pratique exercícios respiratórios. Ioga pode ser uma boa sugestão;

* Não tome medicamentos indutores do sono, que usualmente tornam a respiração mais lenta;

* Se café, chá ou outro produto qualquer mantêm você desperto, não os tome no fim da tarde ou à noite;

* Se tosse ou outros sintomas não o deixam dormir, eleve a cabeceira da cama com calços ou utilize travesseiros extras;

* Evite o pânico nos momentos de crise;

* Observe corretamente as orientações do seu médico. Mantenha-o informado sobre todo tratamento caseiro que eventualmente você adote;

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.