Eleição

PT abre espaço para aliança com PMDB na disputa do governo no DF

Agência Brasil 16/05/2010 às 23h17

BRASÍLIA - O Partido dos Trabalhadores (PT) no Distrito Federal decidiu ontem (15), em encontro regional, seguir a mesma estratégia de alianças que o partido adotará nacionalmente para as eleições de outubro. Isso significa que regionalmente a sigla abriu possibilidade de coligação com as legendas que apoiam a pré-candidatura de Dilma Rousseff à Presidência da República.

Durante o encontro, os delegados rejeitaram destaques que impediam a formação de uma aliança com o PMDB e garantiam uma das vagas ao Senado para um candidato do PT.

Segundo o deputado distrital Chico Leite, o partido também aprovou uma emenda determinando que não serão abertas “concessões éticas” nas coligações, ou seja, não serão aceitos grupos ou pessoas contrários aos princípios do partido ou que estejam envolvidos em denúncias.

O pré-candidato do PT ao governo do Distrito Federal é o ex-ministro do Esporte, Agnelo Queiroz. As vagas para a disputa do Senado Federal serão oferecidas a candidatos do PSB e PDT. Os prováveis candidatos, de acordo com Leite, serão o deputado federal Rodrigo Rollemberg (PSB-DF) e o senador Cristovam Buarque (PDT-DF). A vice-candidatura poderá ficar com o PMDB.

Na próxima quinta-feira (20), o diretório regional vai se reunir para definir a nominata do partido, com a lista completa de candidatos a deputado federal e a deputado distrital.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.