Servidor público

Remuneração média do servidor cresceu 30% em cinco anos

Trabalhadores da esfera pública Federal tiveram o maior índice de variação positiva.
07/05/2010 às 10h46

BRASÍLIA - A remuneração média do trabalhador brasileiro no setor público cresceu 30,3% entre 2003 a 2008, segundo a Relação Anual de Informações Sociais (Rais), passando de R$ 1.655 para R$ 2.158. O total de trabalhadores - que compreende os setores federal, estadual e municipal - passou de 7,2 milhões para 8,7 milhões nesse período.

Por nível de escolaridade, a maior variação ocorreu em relação ao grau de instrução até 4ª série incompleta: houve expansão de 42,77% nos últimos cinco anos, de R$ 670,19 para R$ 956,80. O salário médio dos trabalhadores com ensino médio Completo teve alta de 24,16% passando de R$ 1.286,24 para R$ 1.596,96; e dos servidores com nível Superior Completo alcançou R$ 3.448,31 ao final de 2008, equivalente a um aumento de 20,21% desde 2003.

Ainda por grau de instrução, o número de trabalhadores analfabetos em todo setor público caiu de 46.983 para 33.604. Por outro lado, houve aumento no contingente de trabalhadores com ensino médio e superior completo. Em 2003 a esfera pública contabilizava 2,32 milhões de servidores com ensino médio completo, chegando a quase 3,0 milhões em 2008. Já o número de empregos com Superior Completo passou de 2,23 milhões para 3,12 milhões.

Esfera pública

Trabalhadores do setor público federal tiveram a maior remuneração média em cinco anos e também o maior índice de variação positiva. De acordo com a Rais, a remuneração passou de R$ 3.901 em 2003 para R$ 5.247 ao fim de 2008, equivalente a expansão de 34,5%. Na estadual, passou de R$ 1.839,9 para R$ 2.432,81 (32,23%); na municipal, de R$ 1.042,77 para R$ 1.306,33 (25,27%).

Por grau de escolaridade, a remuneração média do servidor com superior completo passou de R$ 6.084,07 para R$ R$ 7.710,03 no setor público federal; e com ensino médio completo, de R$ 2.783,23 para R$ 3.398,99. Na esfera estadual, de R$ 2.600,26 para R$ 3.283,77 no superior completo; e de R$ R$ 1.412,69 para R$ 1.983,03 no ensino médio completo.

Gênero

O sexo masculino obteve a maior remuneração em todo setor público, sendo que a média ficou em R$ 2.580,66 ante R$ 1.982,21. Em contrapartida, a remuneração das mulheres passou de R$ 1.406,24 para R$ 1.860,56. Dos 7,2 milhões de trabalhadores em 2003, o contingente masculino correspondia com 3,1 milhões. Em 2008, passou para 3,6 milhões, sendo que as mulheres totalizavam mais de 5,1 milhões nesse mesmo período.

A remuneração média dos homens com ensino Superior Completo passou de R$ 3.781,65 em 2003 para R$ 4.736,07; no caso das mulheres, de R$ 2.329,91 para R$ 2.817,36.

As informações são da Ascom/MTE.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.