Campanha

Hospital incentiva a doação de sangue no Maranhão

12/01/2010 às 19h03

SÃO LUÍS - O Hospital Carlos Macieira (HCM), em parceria com o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Maranhão (Hemomar), promoveu, nesta terça-feira (12), uma campanha interna de doação de sangue entre os funcionários e os acompanhantes dos pacientes. Ações como essa também têm sido feitas por outros hospitais de São Luís para incentivar a doação e aumentar o estoque de sangue, que está diminuino cada vez mais.

A unidade móvel de coleta de sangue ficou no pátio no Hospital Carlos Macieira e atraiu a atenção de funcionários e familiares dos pacientes, como Rodrigo Araújo. "Sempre que posso, eu faço doação, ainda mais quando os amigos e a família precisam. Vim buscar um exame e vi a unidade móvel, decidi doar mais uma vez". Já Andréa Moura, funcionária da Secretaria de Estado da Saúde, foi ao HCM especialmente para doar sangue, "É a primeira vez que vou doar, confesso que estou com medo, mas vou criar coragem pela vontade de ajudar quem precisa".

Em temporadas comemorativas, como o Carnaval, São João e Natal, há um aumento significativo no número de acidentes, entretanto, os números de doações caem. As campanhas do Hemomar, como a do Hospital Carlos Macieira, têm o objetivo de manter as bolsas de sangue em número suficiente para todo o Estado. Nos dias 20 e 21, 27 e 28 de janeiro, a unidade móvel do Hemomar vai estar na Praça Deodoro, na porta da Biblioteca Benedito Leite. "Levar a unidade móvel para a Praça Deodoro é uma forma de aproximar o Hemomar da população, o que facilita o acesso do doador", contou Walna Costa, assistente social do Hemomar.

A farmacêutica bioquímica da agência transfusional do HCM, Emiliana Santana, explicou que mensalmente o hospital realiza cerca de 150 procedimentos de transfusão. Os profissionais do serviço social e da agência transfusional do HCM trabalham em parceria na captação de doadores. Para doar, a pessoa precisa ter entre 18 e 65 anos, estar em boa saúde, pesar mais de 50 kg, não estar em jejum, nem ter ingerido bebida alcoólica por 24h, e não ter fumado duas horas antes da doação. Além disso, o doador precisa estar com documento de identidade com fotografia.

Com informações da Secretaria de Estado da Saúde.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.