Comércio deve abrir 90 mil vagas para o Natal

G1 29/09/2006 às 10h46

Brasília - O comércio e o setor de serviços devem abrir neste fim de ano cerca de 90 mil vagas temporárias, com acréscimo de 5% a 6% em relação a 2005, segundo duas pesquisas feitas no setor. A oferta crescente de crédito ao consumidor e a expansão do número de lojas, especialmente de shoppings, são fatores que contribuem para o aumento das vagas no varejo, apesar da perda de fôlego no ritmo de produção da indústria.

Os salários oferecidos aos temporários neste ano estão, no mínimo, 5% maiores em relação a 2005, por causa dos dissídios. A diferença é que provavelmente parte dessas vagas temporárias não deve se transformar em efetivas, como ocorreu em janeiro deste ano. De acordo com a Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário (Asserttem), as cerca de 140 empresas associadas vão abrir 90 mil postos de trabalho no País neste Natal.

O presidente da Associação de Lojistas de Shoppings (Alshop), Nabil Sahyoun, diz que o levantamento feito pela sua entidade indica que a oferta de trabalho temporário vai crescer cerca de 6% neste fim de ano. Em 2005, foram abertas algo em torno de 80 mil vagas. "Teremos 18 novos shoppings em funcionamento até o fim do ano, o que garante o acréscimo nas contratações."

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.