Dias terão 1.200 horas em milhões de anos, diz astrônomo

Agência Lusa 04/10/2002 às 04h00

Dados científicos comprovados que, em milhões de anos, a rotação da Terra irá demorar 1.200 horas, em vez das 24 horas de hoje.

Isso ocorreria pela uma perda da velocidade do movimento.

"Ela é muito lenta, atualmente situada nos 0,002 segundos por século", explicou o vice-diretor do Observatório Astronômico de Lisboa, Rui Agostinho.

Segundo o astrônomo, estudos científicos já comprovaram que, há milhões de anos, a rotação da Terra era de 400 voltas em um ano, em vez das 365 que se verificam atualmente.

"Recorrendo a registros paleontológicos, como fósseis de corais com mais de 100 milhões de anos, foi possível constatar que a rotação do planeta está diminuindo. De 400 dias por ano, já temos só 365,25", explicou.

Segundo ele, a mudança ocorreria por causa da influência de outros corpos, como o Sol, a Lua, e os outros planetas do Sistema Solar, na dinâmica da Terra.

Como exemplo, ele cita a força de atração entre Lua e Terra. "Devido ao movimento das marés, causado pela Lua, a Terra está sujeita a um binário de forças contrárias ao seu movimento de rotação", disse.

Além disso, o movimento das águas sobre o fundo dos oceanos e das plataformas continentais gera calor, devido ao atrito, que é irradiado, o que representa uma perda de energia do próprio planeta.

"Essa perda de energia é de 0,002 segundos por século", disse.

Esse conhecimento não é novo. Ele já foi objeto de estudo do filósofo Kant, no século 18.

"A catalogação de estrelas é feita com precisão pelos astrônomos há muito tempo.

Trata-se de medir a hora a que determinado astro passa nos meridianos dos vários observatórios de forma periódica", afirmou Agostinho, que desenvolve trabalhos nesta área.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

Selo IVC
© 2019 - Todos os direitos reservados.