Corrupção eleitoral

Vereador é investigado pela Polícia Federal por suspeita de compra de votos

Na manhã desta terça (3), a Operação Lei Mária cumpriu mandados de busca e apreensão em São José de Ribamar.
Imirante.com, com informações da Polícia Federal03/11/2020 às 08h57
Cerca de 21 policiais federais cumpriram seis mandados de busca e apreensão. Foto: Divulgação/PF.

SÃO JOSÉ DE RIBAMAR - A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (3) a Operação Lei Mária, com o objetivo de apurar o crime de corrupção eleitoral, supostamente praticado por um vereador do município de São José de Ribamar.

O vereador contava com apoio de um cabo eleitoral, que retinha os títulos eleitorais de pretensos eleitores, com a promessa do pagamento da quantia de R$ 50 em troca do voto.

Cerca de 21 policiais federais cumpriram seis mandados de busca e apreensão no município de São José de Ribamar. As ordens judiciais foram expedidas pela 47ª Zona Eleitoral.

O material apreendido será analisado e, se confirmadas as suspeitas, os investigados responderão pelo crime de corrupção eleitoral, previsto no Art. 299 do Código Eleitoral (Lei nº 4.737/65), com pena que pode chegar a 4 anos de reclusão, além de multa.

O material apreendido será analisado. Foto: Divulgação/PF.

A Lei Mária foi uma proposta por Mário em 120 a.C., que criou as famosas passagens ou pontes pelas quais só um eleitor passava (pons suffragiorum), a fIm de impedir que cabos eleitorais propusessem qualquer vantagem ao eleitor.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.