Pode isso?

Posto de saúde funciona dentro de escola no bairro da Matinha, em Ribamar

Para pais de alunos, o local oferece risco de contaminação à comunidade escolar.
Liliane Cutrim/Imirante11/05/2015 às 18h35

SÃO LUÍS – Os pais de alguns alunos da Escola Estadual Salustiano Trindade no bairro da Matinha, em São José de Ribamar, reclamam da instalação de um posto de Saúde dentro da escola.

Segundo a mãe de um estudante, que não quis identificar-se, a unidade de saúde está em funcionamento há duas semanas no local, realizando consultas, vacinação e até curativos. Mas, apesar de oferecer um serviço indispensável para a população, a presença do posto médico dentro do ambiente escolar preocupa.

“Eu estou muito preocupada com essa situação, pois, todo mundo sabe que está tendo um surto de virose, aí eles colocam várias pessoas doentes dentro de uma escola. É um risco muito grande para a saúde dos alunos e dos funcionários, pela proliferação de doenças”, reclama.

Ainda segundo a mãe do estudante, o posto é de responsabilidade da Prefeitura de São José de Ribamar e está funcionando no período da manhã em uma das salas da escola.

O Imirante.com entrou em contato por e-mail com a Prefeitura de São José de Ribamar, que se manifestou por meio de nota.

Leia na íntegra

A Prefeitura de São José de Ribamar vem através desta esclarecer que diante da dificuldade de locação de prédio para instalar provisoriamente a Unidade Básica de Saúde da Matinha que encontra-se em reforma e ampliação e com a preocupação de não deixar os moradores do bairro sem o atendimento, buscamos parceria com a Escola Estadual Salustiano Trindade. Mas diante do ocorrido, solicitamos que fosse desinstalada imediatamente das dependências da escola. A UBS estará funcionando provisoriamente em um prédio ao lado da Associação de Bumba-boi da Matinha.

Já a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) informou ao Imirante.com, que o posto de saúde será retirado das dependências da escola o mais breve possível.

Veja nota na íntegra

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) informa que, ao tomar conhecimento da situação, procurou a Secretaria Municipal de Saúde de São José de Ribamar, que garantiu a retirada do posto de saúde das dependências da escola o mais breve possível. A Seduc reitera que está tomando todas as medidas administrativas cabíveis para apurar o ocorrido.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.