Negociação

Sindicato aceita acordo e encerra greve dos professores

Ficou acertado o reajuste salarial de 8% para os profissionais da educação, bem como o pagamento de 1/3 de férias até o mês de novembro deste ano.
Imirante.com, com informações do MP-MA19/08/2015 às 11h18

SANTA LUZIA DO PARUÁ - Após a intermediação do Ministério Público do Maranhão (MP-MA), a greve dos professores municipais de Santa Luzia do Paruá foi encerrada nessa segunda-feira (17) com uma reunião na sede da prefeitura do município. Ficou acertado o reajuste salarial de 8% para os profissionais da educação, bem como o pagamento de 1/3 de férias até o mês de novembro deste ano.

O acordo foi assinado pela prefeita Eunice Bouéres Damasceno e por Elissandra Durans Silva Cardoso, coordenadora do Sindicato dos Professores (Sinproessema), além de outros representantes das duas partes.

Durante o movimento grevista, os professores chegaram a interditar a BR 316 no dia 10 de agosto para forçar o município a negociar uma proposta de reajuste salarial para a categoria. O promotor de justiça Hagamenon de Jesus Azevedo, titular da promotoria da comarca, negociou o desbloqueio da rodovia e sugeriu a realização de rodadas de discussões entre a Prefeitura e o sindicato.

Após três reuniões, realizadas nos dias 10, 14 e 17 de agosto, finalmente o acordo foi celebrado. Foi deliberado, ainda, que o município se compromete a não efetuar qualquer desconto sobre a remuneração dos professores referentes aos dias parados.

Por outro lado, o sindicato irá repor as aulas dos dias parados, mediante cumprimento do calendário de reposição a ser elaborado pela Secretaria Municipal de Educação.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.