Estupro de vulnerável

Polícia prende suspeito de estuprar enteada de quatro anos na Raposa

Após a prisão, suspeito foi encaminhado ao Sistema Penitenciário de Pedrinhas, onde ficará à disposição da Justiça.
Imirante.com, com informações da Polícia Civil16/02/2021 às 12h33
Polícia prende suspeito de estuprar enteada de quatro anos na RaposaEstupro foi praticado no bairro Vila Nova, na Raposa. (Foto: divulgação)

RAPOSA – A Polícia Civil do Maranhão, com apoio da Polícia Militar (PM), prendeu em flagrante, na tarde dessa segunda-feira (15), um homem suspeito de estuprar a enteada, de apenas quatro anos, no município de Raposa, na Região Metropolitana de São Luís.

De acordo com informações da polícia, o crime aconteceu por volta das 14h, no bairro Vila Nova, na Raposa. Após prisão, suspeito foi encaminhado ao Sistema Penitenciário de Pedrinhas, onde ficará à disposição da Justiça.

Casos semelhantes

Na semana passada, um homem, de 34 anos, que estava foragido, foi preso suspeito de estuprar a enteada, de 12 anos. O crime foi praticado no município de Santa Rita (MA), em outubro de 2020, e o mandado de prisão temporária foi expedido pela Justiça em janeiro deste ano. A prisão do suspeito foi realizada na cidade de Várzea da Palma, em Minas Gerais.

No dia 14 de janeiro, um homem foi preso suspeito de estuprar suas duas netas desde quando elas tinham menos de 14 anos de idade, na cidade de Atins, na região dos Lençóis Maranhenses.

De acordo com informações da polícia, a Delegacia Especializada da Mulher de Barreirinhas tomou conhecimento do caso no fim do ano passado, dando início a investigação, bem como as escutas especializadas através do Conselho Tutelar, que coletaram fortes elementos que demonstram o cometimento, ao longo dos anos, de vários episódios de abuso sexual por parte do preso contra as netas.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.