Após cerco em matagal

Quatro homens são presos após sequestrar médico em Presidente Dutra

Após renderem o médico, os criminosos roubaram a caminhonete dele e o fizeram refém.
Imirante.com, com informações da Polícia Civil10/03/2021 às 13h56
Quatro homens são presos após sequestrar médico em Presidente DutraApós renderem o médico, os criminosos roubaram a caminhonete e fizeram a vítima refém, fugindo em direção ao município de Santo Antônio dos Lopes. (Foto: Divulgação/SSP)

PRESIDENTE DUTRA – Quatro pessoas foram presas, nesta terça-feira (9), em Presidente Dutra, suspeitas de participaram do sequestro de um médico na última segunda-feira (8).

De acordo com a Polícia Civil, o crime aconteceu por volta das 18h, quando um médico foi alvo de criminosos armados, que o sequestraram, no centro de Presidente Dutra, enquanto ele estava dentro do seu veículo, uma Hilux branca.

Após renderem o médico, os criminosos roubaram a caminhonete e fizeram a vítima refém, fugindo em direção ao município de Santo Antônio dos Lopes. Logo em seguida, as forças policiais passaram a perseguir os criminosos, que abandonaram o carro no lixão de Santo Antônio dos Lopes e se esconderem no matagal, levando o médico com eles.

De imediato, toda polícia da região se deslocou até o município para fazer o cerco, no intuito de resgatar a vítima e prender os criminosos. Após várias buscas e não restando alternativa aos criminosos, a vítima foi liberada, por volta das 22h40 de segunda, sendo entregue a sua família.

A polícia manteve o cerco aos criminosos até essa terça, quando foram presos, por volta do meio-dia, dois dos três suspeitos que estavam no mato.

Ainda durante o cerco, a Polícia Civil investigou e descobriu que os criminosos tiveram apoio de um veículo Ranger de cor marrom, roubado no último dia 3 de março, em Teresina. A polícia passou a procurar o veículo, que foi localizado e apreendido quando chegava à cidade de Santo Antônio dos Lopes, para resgatar os criminosos, que estavam escondidos no matagal.

Na ocasião, a polícia prendeu mais um homem e uma mulher, acusados de participarem da associação criminosa.

Em interrogatórios, os criminosos confessaram os crimes e afirmaram que pertencem à uma facção criminosa conhecida e respondem a vários crimes, inclusive, dois deles possuem mandados de prisão preventiva pendentes de cumprimento.

Os suspeitos relataram, ainda, que resolveram roubar na região porque tem muita caminhonete, e que os carros seriam levados para Teresina/PI.

Ainda segundo a polícia, os presos são dos municípios de Pedreiras e Timon, no Maranhão, e Teresina, no Piauí.

Apenas um dos envolvidos no crime conseguiu escapar, mas já foi devidamente identificado.

As buscas continuam para prender o quinto envolvido.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.