Sistema penitenciário

Rebelião termina com uma morte em Pedreiras

Segundo a Sejap, a tentativa de fuga foi frustrada e seis ficaram feridos.
Imirante.com23/08/2014 às 09h28

SÃO LUÍS – Uma rebelião na Unidade Prisional de Ressocialização (UPR) – com 27 celas – de Pedreiras, município localizado a 245 km de distância de São Luís, na madrugada deste sábado (23), resultou na morte do preso Aleandro da Conceição Sousa, que foi alvejado. Seis ficaram feridos.

A informação foi confirmada pela Polícia Civil à reportagem do portal Imirante.com. Segundo o órgão, o delegado regional de plantão cuida do caso. A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) autorizou o envio de peritos do Instituto de Criminalística (Icrim) por uma aeronave do Grupo Tático Aéreo (GTA).

Em nota, a Secretaria de Estado de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap) informou que os detentos tentaram fugir do presídio.

Leia, abaixo, a nota na íntegra:

A Secretaria de Estado de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap) informa que frustrou uma tentativa de fuga, na noite desta sexta-feira (22), no Centro de Ressocialização de Pedreiras.

Por volta das 22h, detentos simularam que estavam precisando de atendimento médico, sendo dois deles levados ao hospital. Na volta, durante a recondução à cela, os presos avançaram sobre os agentes e monitores. Policiais militares foram acionados, usaram balas de borracha, mas os presos avançaram, e a PM precisou contê-los com arma de fogo.

O detento Aleandro da Conceição Sousa, foi morto. Um inquérito foi aberto para apurar as circunstâncias do ocorrido.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.