Esporte | Outro foco!

Sampaio Corrêa agora mira apenas permanência na Série B

Tricolor tem 40 pontos, na 10ª posição, mas pode ser ultrapassado no complemento da rodada
Eduardo Lindoso/O Estado 21/10/2021
Sampaio Corrêa agora mira apenas permanência na Série B Sampaio foi derrotado, por 3 x 0, no Couto Pereira (Divulgação/Coritiba)

SÃO LUÍS – Com a derrota para o Coritiba, por 3 x 0, na noite desta terça-feira, 19, o Sampaio Corrêa agora terá como principal meta nesta Série B sua manutenção na competição. Restam sete partidas para a Bolívia Querida, sendo quatro em casas e três fora. O time vai buscar a pontuação de corte que, segundo os matemáticos, é suficiente para evitar um possível rebaixamento. A próxima partida do Tricolor será na quinta-feira, 28, às 19, no estádio Castelão, contra o Guarani, pela 32ª rodada.

O Sampaio tem apenas duas vitórias nas 12 últimas partidas, cenário que nos permite uma projeção quase impossível de sete vitórias nas últimas sete rodadas, desempenho que seria possível para ainda sonhar com o acesso, isso ainda contando com tropeços de outros concorrentes. Diante desta situação, agora resta ao Tricolor alcançar, pelo menos, mais duas vitórias, para alcançar 46 pontos.

“Foi um bom primeiro tempo nosso. Votamos ali [no segundo tempo] para vencer o jogo, mas tomamos um gol muito rápido. Isso prejudicou um pouco a proposta do nosso jogo. Tivemos que fazer algumas mudanças, o time ficou um pouco aberto. Agora é concentrar para a próxima rodada pra voltar a vencer”, disse o meia Nádson, depois da derrota para o Coritiba, já projetando a necessidade de uma vitória nesta próxima rodada.

Das sete partidas que faz ainda em São Luís, o Sampaio enfrenta Guarani, Brasil, Vila Nova e Cruzeiro. Fora, o time maranhense duelam com CRB, Náutico e Avaí.

Neste momento o Sampaio Corrêa tem 40 pontos, ocupa a 10ª posição, mas pode ser ultrapassado no complemento da rodada.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte