Geral | Premiação

Franco-maranhense em filme que representa Brasil no Oscar 2022

Longa brasileiro tenta uma vaga entre os cinco lugares na categoria de Melhor Filme Internacional da premiação
16/10/2021
Franco-maranhense em filme que representa Brasil no Oscar 2022Antonio Saboia em cena de “Deserto particular”, dirigido por Aly Muritiba (Divulgação)

SÃO LUÍS - O filme “Deserto particular”, dirigido por Aly Muritiba e estrelado pelo franco-maranhense Antonio Saboia, é indicado pelo Brasil para disputar uma vaga na categoria de melhor filme internacional no Oscar 2022. A premiação está prevista para acontecer no dia 27 de março.

O anúncio foi feito, nesta sexta-feira (15), pela Academia Brasileira de Cinema e Artes Audiovisuais. A produção recebeu o Premio Del Pubblico BNL, no Festival de Veneza deste ano, da qual participou na mostra paralela Venice Days.

Era uma das 15 obras inscritas para a disputa. Agora, o longa brasileiro tenta uma vaga entre os cinco lugares na categoria de Melhor Filme Internacional da premiação.

Antonio Saboia é filho de mãe francesa e pai maranhense. Nasceu em Paris e veio para o Brasil com quatro anos de idade, vivendo na cidade de Brasília. Com nove anos, retornou para a França, país onde iniciou seu percurso teatral. Morou na Inglaterra dos 18 aos 22 anos, concluindo o curso de Teatro na Webber Douglas Academy of Dramatic Art antes de regressar ao Brasil. Ele esteve no elenco de filmes como “Bacurau”. “O lobo atrás da Porta”, “As órbitas da Água” e “Lamparina da Aurora”.

O cineasta baiano Aly Muritiba dirigiu os filmes “Para minha amada morta” (2015), “Ferrugem” (2018) e a série “Caso Evandro”, do Globoplay, entre outros trabalhos.

Na produção, Antonio Saboia vive Daniel, um policial exemplar, mas que comete um erro que coloca em risco sua carreira. Ele sai de Curitiba e vai para o sertão baiano em busca uma mulher com quem se relaciona virtualmente.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte