Esporte | Otimismo

Discurso no Sampaio segue otimista e grupo ainda crê em vaga no G-4

Elenco da Bolívia Querida segue se preparando para enfrentar o líder Coritiba, na próxima rodada, e os jogadores continuam falando em reação nesta reta final da competição
Eduardo Lindoso/ Editor de Esportes 16/10/2021
Discurso no Sampaio segue otimista e grupo ainda crê em vaga no G-4 Jackson deve ser titular no duelo contra o Coritiba (Diego Chaves/Sampaio Corrêa)

SÃO LUÍS - Apesar de os mais céticos afirmarem que a meta do Sampaio Corrêa agora na Série B é garantir a permanência do clube na edição da próxima temporada, o discurso no elenco ainda é de que o time pode reagir e ainda brigar por G-4 nesta reta final da competição. Sobre o confronto com o líder Coritiba, na próxima rodada, a motivação no grupo é grande, pois sabendo que o time paranaense vai jogar no ataque, a qualidade da saída de bola da Bolívia Querida pode ser uma boa arma.

Na sua última entrevista, o atacante Pimentinha adotou um tom mais ponderado e afirmou que o primeiro objetivo neste momento é alcançar os 45 pontos suficientes para evitar um rebaixamento, mas frisou que o sonho de voltar apo G-4 continua. Dias depois, o zagueiro Nilson Júnior. foi menos comedido e disse que enquanto houver chances a meta sempre será o G-4.

“"Vai subir sim. Enquanto houver 10% ou 1% de chance a gente vai está acreditando. O Sampaio é isso. Nada é fácil para o Sampaio. Vamos brigar sim para subir. A esperança é essa. É o que é falado aqui todos os dias", afirmou o defensor, em entrevista ao ge Maranhão. Nilson Júnior falou também sobre as dificuldades que o Sampaio vai encontrar em no Paraná, no duelo com o Coritiba, mas exaltou que a qualidade do contra-ataque do time maranhense pode ser muito bem aproveitada.

“É sempre bom pegar uma equipe que está na liderança, pois eles vão propor o jogo e sabemos da nossa capacidade. Nosso time é muito rápido nos contra-ataques. Vai ser um jogo bonito. Um jogo aberto", comentou.

Preparação da equipe

O time do Sampaio Corrêa treinou na sexta-feira (15), no CT José Carlos Maciera visando a partida contra o Coritiba. Sem o lateral-esquerdo Alyson e o atacante Ciel, suspensos, o técnico Felipe Surian segue testando as opções. Na lateral a tendência natural é a entrada de Matheus Mascarenhas. No ataque, Jackson é o favorito para ser o comandante do setor ofensivo.

“O professor sabe que pode contar com todo o grupo, e estou preparado, motivado para fazer um grande jogo”, disse Jackson, em entrevista ao site oficial do clube.
Surian ainda terá mais um treino em São Luís, neste sábado pela manhã, para fazer os ajustes necessários e definir a equipe que iniciará a partida. No domingo, a delegação Tricolor segue viagem para Curitiba, onde fechará a preparação na segunda-feira.

Felipe Surian ainda terá mais um treino em São Luís, neste sábado (16), pela manhã, para fazer os ajustes necessários e definir a equipe que iniciará a partida. No domingo (17), a delegação tricolor segue viagem para Curitiba, onde fechará a preparação na segunda-feira.

O Sampaio vai enfrentar o líder Coritiba, na terça-feira (19), às 21h30, no estádio Couto Pereira, no Paraná. Com 40 pontos, a Bolívia Querida ocupa a 10ª posição.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte