Geral | Viagem

Brasileiros vacinados contra a Covid-19 poderão entrar nos Estados Unidos

Governo americano aceitará a entrada de qualquer cidadão imunizado com as vacinas aprovadas pela OMS, o que inclui todas as aplicadas no Brasil; medida vale a partir de 8 de novembro
16/10/2021
Brasileiros vacinados contra a Covid-19  poderão entrar nos Estados UnidosBrasileiros vacinados com a segunda dose poderão entrar nos EUA (Agência Brasil)

BRASÍLIA — Os Estados Unidos anunciaram na sexta-feira,15,que todas as restrições de viagens internacionais serão suspensas para estrangeiros -, inclusive brasileiros - totalmente vacinados a partir de 8 de novembro. Anteriormente, Washington já havia informado que aceitaria os imunizantes aprovados pela Organização Mundial da Saúde, o que inclui todos os aplicados no Brasil: Pfizer, AstraZeneca, Janssen, Moderna, Sinopharm e Coronavac.

Agora, os viajantes que queiram entrar nos EUA terão que apresentar um comprovante de vacinação antes do embarque e um teste negativo de Covid feito até três dias antes de embarcar. O teste, no entanto, não é necessário para quem cruzar a fronteira terrestre.

Até então, a data específica de quando o governo do presidente Joe Biden suspenderia as restrições de viagem para quem viajasse de avião ou cruzasse a fronteira terrestre não era clara. Washington disse no mês passado que estaria implementando um novo sistema no qual estrangeiros totalmente vacinados que apresentassem um teste negativo da Covid poderiam voar para os EUA no início de novembro.

No início desta semana, autoridades disseram que aqueles que desejam entrar do México ou do Canadá, estando totalmente vacinados, poderiam entrar no território americano, mas sem informar quando a medida começaria a valer.

Requisitos rigorosos

O novo sistema de viagens, no entanto, vem com requisitos rigorosos. Estrangeiros não vacinados serão amplamente impedidos de entrar no país, apesar de um funcionário da Casa Branca ter informado dito que haverá algumas exceções, inclusive para crianças pequenas.

Americanos não vacinados que viajam do exterior precisarão de um teste negativo de Covid um dia antes de voltar para casa, além de provar que compraram um outro teste para ser feito após a chegada nos EUA.

Restrições em casos de viagens não essenciais para os EUA pelas fronteiras terrestres estão em vigor desde março de 2020 por causa da Covid. Já as restrições a cidadãos não americanos que quisessem voar para os Estados Unidos foram impostas primeiramente a viajantes vindos da China em janeiro de 2020 pelo então presidente Donald Trump e depois estendidas a dezenas de outros países.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte