Cidades | Imunização

Pessoas relatam dificuldade no registro de imunização em app

Problema estaria acontecendo no acesso ao comprovante da segunda dose; Secretaria de Estado da Saúde orienta que o cartão pode ser solicitado no ponto de vacinação do Iema
Evandro Júnior / O Estado07/10/2021 às 00h00
Pessoas relatam dificuldade no registro de imunização em appsEgunda dose da vacina nem sempre está disponível no aplicativo do SUS (Matheus Soares / O Estado)

São Luís - Pessoas que buscam comprovação da primeira e segunda doses de vacina contra o novo coronavírus por meio do aplicativo Conecte SUS, por terem perdido o cartão de vacinação ou por outra intercorrência, reclamam que nem sempre encontram o registro da segunda imunização no app. Eles procuram a plataforma para poder apresentar o cartão de vacinação em locais que passaram a exigir, como eventos, partidas de futebol em estádios e festas. Além disso, órgãos públicos estão exigindo o documento para acesso às suas dependências.

O funcionário público Mauro José Costa precisou da carteira virtual, mas não conseguiu visualizar o comprovante referente à segunda dose. “Eu tentei várias vezes, mas não consegui. É que perdi o meu comprovante e preciso dele agora. Um amigo meu teve mais sorte e conseguiu. Acredito que deva haver algum problema nessa plataforma”, comentou Mauro José Costa.

Ontem à tarde, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou que os registros das doses aplicadas da vacina contra Covid-19 são realizados no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização (Novo SI-PNI - online), por meio da Rede Nacional de Dados em Saúde (RNDS).

A Secretaria informou, ainda, que, no caso das salas de vacina sem conectividade com a internet ou salas de vacina que ainda não estão informatizadas e/ou não possuem uma adequada rede de internet disponível, ou mesmo as unidades em atividades de vacinação extramuros, durante a campanha, os registros de dados nominais e individualizados são realizados em formulários ou registros offline, para posterior registro no sistema de informação.

Atraso
No entanto, conforme o órgão, pode haver atraso na digitação e atualização dos registros no aplicativo ou na versão web do Conecte SUS, do Ministério da Saúde. Desta forma, caso o usuário não consiga visualizar qualquer registro no aplicativo, recomenda entrar em contato com o ponto de vacinação ou com a Secretaria Municipal de Saúde do local que recebeu a dose referida, munido do cartão de vacinação, para esclarecimentos.

A SES esclareceu, ainda, que as pessoas vacinadas nos pontos de vacinação sob responsabilidade do órgão, caso o registro das doses da vacina contra a Covid-19 ainda não esteja visível no Conecte SUS Cidadão, podem procurar o ponto de vacinação do estado localizado no Iema (antigo Cintra), munido do cartão de vacinação.

Monitoramento
O sistema visa facilitar o monitoramento da vacinação no Brasil. O Ministério da Saúde incentiva a população a baixar o Conecte SUS, aplicativo que registra a trajetória de quem busca atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS).

No app é disponibilizada a Carteira Nacional Digital de Vacinação, ferramenta que permite que usuários e profissionais de saúde façam um acompanhamento da imunização. O cidadão cadastrado, assim que receber a vacina, terá a dose registrada no aplicativo. É possível consultar o tipo de vacina aplicada, o lote de fabricação e a data em que a dose foi tomada.

O Ministério da Saúde informou, em nota, que o Conecte SUS é abastecido pelos estabelecimentos de saúde nos estados e municípios, responsáveis pelo registro de dados da vacinação na base federal - a Rede Nacional de Dados em Saúde (RNDS).

Em até 72 horas, após o envio dos registros de vacinação para a rede, as informações ficam disponibilizadas na plataforma. O cidadão que não tiver seu registro disponível no aplicativo em até 10 dias após a data da sua vacinação, deve procurar o local de imunização ou secretaria municipal de saúde de sua região para solicitar o registro e envio de seus dados à rede. A pasta ressaltou que o aplicativo Conecte SUS Cidadão funciona normalmente nas plataformas Android, iOS e na web.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte