Geral | Imunizantes

Maranhão já recebeu 8,5 milhões de doses de vacina contra a covid

O estado recebeu ontem, 28, do Ministério da Saúde, mais 174,3 mil doses, sendo 39,7 mil da AstraZeneca e 134,5 mil da Pfizer; essas doses devem ser usadas para completar o ciclo vacinal dentro do prazo recomendado, de 12 semanas
29/09/2021
Maranhão já recebeu 8,5 milhões de doses de vacina contra a covid Mais de 174 mil doses de vacina chegaram ontem em São Luís para completar o ciclo vacinal (Matheus Soares)

SÃO LUÍS - Para acelerar ainda mais a campanha de vacinação contra a Covid-19, garantindo a dose de reforço para os públicos prioritários e a imunização de adolescentes seguindo ordem de prioridades, o Ministério da Saúde entregou ontem, 28, mais 174,3 mil doses para o Maranhão. Desde o início da campanha de imunização, o estado já recebeu 8,5 milhões de doses de imunizantes – mais de 6,2 milhões foram aplicadas.

Nesta distribuição, serão enviadas 39,7 mil doses da AstraZeneca. De acordo com o planejamento da pasta, essas doses devem ser usadas como segunda dose, para completar o ciclo vacinal dentro do prazo recomendado, de 12 semanas. Também serão enviadas para o estado 134,5 mil doses da Pfizer, destinadas para dose de reforço dos idosos acima de 70 anos, para vacinação de adolescentes grávidas e puérperas e privados de liberdade e para completar o esquema vacinal de quem já tomou a primeira dose. O intervalo entre as doses da Pfizer é de 8 semanas.

A distribuição de mais 5,2 milhões de doses para todo o país começou na segunda-feira (27) e termina nesta quarta-feira (29). Os detalhes da distribuição e o quantitativo de doses por estado estão no 52º Informe Técnico.

Na última sexta-feira (24), o Ministério da Saúde ampliou para profissionais de saúde a vacinação com a dose de reforço contra a Covid-19. A medida foi definida em reunião na Câmara Técnica de Assessoramento em Imunização (CTAI - Covid) e vai reforçar a imunidade de quem está na linha de frente do combate à pandemia. As doses para esse público entrarão nos próximos informes técnicos.

Diante dessas novas etapas da campanha, após a conclusão do envio de 100% das primeiras doses para os 158 milhões de brasileiros adultos, a pasta ressalta a importância de estados e municípios seguirem as recomendações definidas de forma tripartite, entre União e gestores locais do SUS e previstas no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO). O planejamento do Ministério da Saúde para distribuição de doses é baseado nessas recomendações com o objetivo de garantir doses para o reforço de todos os públicos prioritários e para completar o ciclo vacinal de forma equânime em todo Brasil.

Até agora, a campanha de vacinação já chegou para mais de 91,7% da população adulta, acima de 18 anos, com a aplicação da primeira dose. E mais de 87 milhões de brasileiros, 55% do público-alvo, estão com o ciclo vacinal completo, com a segunda dose ou dose única.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte