Cidades | celebração

Festejo de São José de Ribamar será encerrado neste domingo

Missa campal de encerramento acontecerá às 17h30, na Praça do Santuário;  programação inclui carreata que percorrerá também vários bairros de São Luís
Evandro Júnior / O Estado24/09/2021
Festejo de São José de Ribamar será encerrado neste domingo Missa campal em São José de Ribamar em homenagem ao santo; encerramento acontece domingo (Divulgação)

São José de Ribamar - Com tema “São José: Pai à sombra de Deus”, o Festejo de São José de Ribamar será encerrado neste domingo, com programação incluindo missas campais no município. Não haverá celebrações dentro da igreja, que permanecerá aberta apenas para orações e devoções. De acordo com o padre Gutemberg Feitosa, vice-reitor do Santuário de São José de Ribamar, as missas campais serão realizadas às 6h, 9h e 17h30, sendo neste último horário a de encerramento, na Praça do Santuário.

O padre informou que, por volta das 11h, no entanto, haverá missa no Ginásio do Patronato. E que as celebrações tornarão a acontecer às 13h e 15h. No sábado, além das missas e demais atividades da programação, haverá a Carreata com a Juventude, com saída às 8h, do Santuário.

Os veículos percorrerão Araçagi, Avenida Litorânea, Ponta d’Areia, São Francisco, Beira-Mar, Praça Dom Pedro II, Rua do Egito, Mercado Central, Rua das Cajazeiras, Monte Castelo, Avenida dos Franceses e Avenida Guajajaras, retornando ao Santuário de São José de Ribamar.

No sábado, as missas das 6h, 9h, 11h e 15h ocorrerão dentro da igreja. Já as celebrações das 17h e 19h, na Praça do Santuário. Depois, às 20h, também na praça, será realizada a live para São José, com transmissão pelos canais do Santuário de São José de Ribamar no YouTube e pela página oficial no Facebook.

Tema
O tema do festejo deste ano é inspirado na carta apostólica do Papa Francisco Patris corde, onde ele afirma que São José sempre agiu com um coração de pai e sempre à sombra de Deus e da sua santa vontade. “O papa também ensina que São José, que cuidou com carinho e protegeu com coragem criativa Jesus e Maria, livrando todos das grandes ameaças e desfeitas, há também de orar pela humanidade face às dificuldades atuais que a realidade impõe às pessoas”, disse o padre Gutemberg Feitosa.

De acordo com o padre, a pandemia não alterou a fé das pessoas, nem o desejo de agradecer a Deus, de celebrar o seu mistério e muito menos a devoção. Ao contrário, tudo se ampliou, de certa maneira, pois as pessoas sentiram mais necessidade de experimentar a palavra de Deus. No entanto, a programação do festejo mudou, assim como no ano passado, ficando mais centrada nas santas missas.

“Pelo segundo ano consecutivo, não realizamos nenhuma romaria nem procissão. Os fiéis comparecem de máscara e ampliamos os horários das missas, bem como as celebrações campais. Usamos, também, o ginásio de esportes do Patronato de São José de Ribamar para incentivar o distanciamento social. Além disso, fizemos treinamentos com os voluntários da igreja e reduzimos a visita da imagem de São José às paróquias e instituições públicas, tanto na capital quanto no interior do estado”, informou o padre.

Ele acrescentou que os fiéis ficaram atentos aos protocolos sanitários, se cuidando e, também, cuidando do próximo. “Em razão da pandemia, nós também ampliamos nossas ações sociais para acolher parte da população mais necessitada. E devemos, ainda este ano, realizar uma campanha de doação de sangue para ajudar o banco de sangue do Hemomar. Por fim, estamos completando dez anos de criação do Santuário, uma iniciativa da Arquidiocese de São Luís”, finalizou.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte