PH | COLUNA SOCIAL

Pergentino Holanda

22/09/2021
NO ALMOÇO de ontem em reunião de família, o jornalista Antonio Carlos Lima com o Repórter PH. Residente em Brasília, Antonio Carlos está revendo seus familiares e amigos e divulgando seus dois novos livros recentemente publicados

Redes sociais
O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, sinalizou com boa vontade ao projeto de lei encaminhado pelo governo que limita a remoção de conteúdos em redes sociais com mais de 10 milhões de usuários.

O PL foi enviado hoje, em substituição à Medida Provisória com mesmo teor devolvida por Pacheco na última semana.

Sem falar no mérito, Pacheco reconheceu que, desta vez, o governo faz a proposta pela via correta.

A MP foi devolvida, em um expediente muito incomum, sob a alegação de tais assuntos não podem ser tratados por meio de Medida Provisória.

Nos States
O presidente Jair Bolsonaro fez, ontem, discurso de abertura da sessão de debates da 76ª Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova York, nos Estados Unidos.

Em sua fala, ele abordou temas do combate à pandemia de Covid-19 e meio ambiente.

Coube ao presidente do Brasil fazer o discurso de abertura do evento, seguido do presidente dos Estados Unidos.

A tradição vem desde os primórdios das Nações Unidas, quando o diplomata Oswaldo Aranha, então chefe da delegação brasileira, presidiu a Assembleia Geral, em 1947.

Deficiência
A deputada Socorro Waquim destacou, na sessão plenária de ontem, na Assembleia Legislativa do Maranhão, a importância da reflexão sobre o Dia Nacional da Pessoa com Deficiência para que sejam implementadas políticas públicas voltadas à inclusão e à participação plena destes cidadãos na sociedade.

A parlamentar lembrou que, quando esteve à frente da Prefeitura de Timon, tomou a iniciativa de criar um grande centro de educação inclusiva, denominado Centro Maria do Carmo Neiva.

Ela destacou, ainda, o trabalho realizado pela Associação dos Deficientes Físicos da Cidade de Timon.

Em seu discurso, Socorro Waquim reforçou a fala do deputado Roberto Costa, que defendeu que mais emendas sejam destinadas aos órgãos de assistência, no Maranhão.

Baixa umidade
O Instituto Nacional de Meteorologia emitiu dois alertas de perigo e perigo potencial de baixa umidade no Maranhão. Os alertas são para o centro, sul, oeste, leste maranhense.

Nas áreas de alerta, a umidade relativa do ar pode variar entre 12% a 20%, e com isso, a pele pode ficar ressecada, haver desconforto nos olhos, bocas e nariz. Além disso, há risco de incêndios florestais.

A recomendação é que a população beba bastante líquido, evite atividades físicas ao ar livre e exposição ao sol nas horas mais quentes do dia.

Segundo o instituto, deve-se optar pelo uso de hidratante para a pele e aparelhos que ajudem a deixar o ambiente mais úmido.

Medalha para Sérgio
Em comemoração aos 20 anos da Escola Superior de Advocacia-ESA, a OAB-MA outorgou a professores de Faculdades de Direito de São Luís a medalha “José Maria Ramos Martins”. Pela SVT Faculdade recebeu a comenda o advogado e professor Sergio Victor Tamer das mãos do diretor-geral da ESA, professor Antônio Gaspar e do presidente da OAB-MA, Thiago Diaz em solenidade ocorrida no auditório da Ordem. A OAB-MA considerou para a distinção o “relevante serviço de fomentação da prática e da cultura jurídica do ensino universitário no Maranhão”.

TRIVIAL VARIADO

O professor Júlio César Maciel, doutorando em Estratégia e Pessoas, comandará a disciplina de Gestão de Pessoas no MBA homônimo da Faculdade de Negócios Faene. Ele ministrará aulas sempre nas sextas-feiras e sábados.

Aliás, a instituição dará continuidade ao curso de Ambientes Virtuais de Aprendizado, comandado pelo professor Ricardo André Carreira.

A mais nova marca de cuidados faciais do Boticário apresenta a linha Ácido Glicólico. Inspirada num ativo que proporciona remoção de células mortas, renovação da pele, redução de rugas e excesso de oleosidade, a nova linha de Botik traz em seu portfólio produtos que aliam tecnologia suíça, alta performance e que são ideais para uma rotina de cuidados.

Tem mais: a novidade conta com Máscara Facial Reset Noturno, Sérum de Alta Potência Facial com 8% de ácido glicólico, Geleia Concentrada de Limpeza Facial e Solução Desincrustante Facial. Os produtos já estão disponíveis em todas as lojas do Boticário e também podem ser adquiridos pelo e-commerce da marca.

DE RELANCE

Independência
Os jornais são livros de História escritos no ritmo dos acontecimentos – talvez sem o distanciamento necessário para uma visão mais ponderada, mas com o sabor e a emoção da vida real. Nas últimas semanas, consultando pela internet a Hemeroteca Digital Brasileira da Fundação Biblioteca Nacional, deliciei-me lendo nos mais antigos periódicos brasileiros os relatos sobre nosso primeiro 7 de Setembro, aquele de 1822. Claro que a imprensa da época não cobria os fatos como se faz hoje, com instantaneidade, técnica jornalística e plena liberdade de expressão. O grito do Ipiranga, romanceado por alguns historiadores e contestado por outros, não foi noticiado nas edições de 8 de setembro, até mesmo porque os jornais existentes não eram diários.

Independência...2
Mas a Gazeta do Rio de Janeiro do dia 26 de setembro de 1822 registra exemplarmente a ruptura de Dom Pedro I com Portugal, publicando a troca de correspondência entre o príncipe e seu pai, Dom João VI. Numa breve carta de dois parágrafos, o rei pede ao filho que cumpra os decretos e as ordens das Cortes, acrescentando um conselho paterno: “Quando escreveres, lembra-te que és um príncipe e que os teus escritos são vistos por todo o mundo, e que deves ter cautela não só no que dizes, mas também no modo de te explicares”.

Independência...3
Mexeu com fogo. Dom Pedro lacrou um textão digno das atuais redes sociais, no qual afirma: “Digo, tomando a Deus por testemunha e ao mundo inteiro, que, como príncipe regente do Brasil e seu Defensor Perpétuo, hei por bem declarar todos os decretos pretéritos dessas facciosas, horrorosas, maquiavélicas, desorganizadoras, hediondas e pestíferas Cortes, que ainda não mandei executar, e todos os mais, nulos, írritos e inexequíveis”.

Independência...4
Esse debate saiu no jornal oficial, mas o periódico de oposição Correio Braziliense, editado no exílio pelo gaúcho Hipólito José da Costa, andava no mesmo tom. Na edição de novembro daquele ano, dedicou 18 páginas para a íntegra do manifesto do príncipe regente aos governos e nações amigas, justificando a declaração de Independência: – Queriam que os Brazileiros pagassem até o ar que respiravam, e a terra que pizavam – justificou o futuro imperador, com a grafia da época. Quase 200 anos depois, ainda há quem queira.

O arco está embrulhado
Um dos programas para quem está em Paris poderá é visitar a embalagem impressionante de um dos monumentos mais emblemáticos da capital francesa, o Arco do Triunfo. Trata-se da obra póstuma do artista Christo (1935-2020) e de sua companheira, Jeanne-Claude (1935-2009), e que foi executada pelo sobrinho do artista, Vladimir Yavachev. O “embrulho” consiste em 25 mil metros quadrados de tecido de polipropileno reciclável, que ganha tons azulados sob o sol, preso ao monumento por três quilômetros de cordas na cor vermelha. Na quinta-feira, o presidente francês Emmanuel Macron inaugurou a novidade.

O arco está embrulhado...2
A praça ao redor do monumento, um dos pontos mais importantes da cidade, será fechada ao trânsito nos fins de semana até 3 de outubro, quando o pacote será desfeito. Anne Hidalgo explicou que a experiência prévia da cidade com Christo, quando ele empacotou a Pont Neuf, em 1985, foi decisiva para autorizar esta nova aventura artística. O projeto de uma das pontes que cruzam o Rio Sena, “foi uma maneira de despertar esta cidade”, afirmou Anne.

O arco está embrulhado...3
O Arco do Triunfo, que começou a ser construído em 1806, durante o regime de Napoleão, reúne em suas fachadas e colunas as vitórias do então imperador, e sob as colunas está o túmulo do soldado desconhecido, com uma chama que é acesa todas as noites. Com custo de 14 milhões de euros, o projeto foi totalmente autofinanciado com a venda de obras da Fundação Christo.

Para escrever na pedra:
“Na essência, como entendem os budistas, somos como a água que toma a forma do vaso, do copo, mas na real não tem forma, apenas se transforma o tempo todo, livre pra seguir em frente”. De Clóvis Malta.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte