O País | Coronavírus

Covid: em 11 dias, mais de 12,2 milhões concluíram vacinação

Já são mais 82,2 milhões de pessoas, ou 52% da população adulta, com as duas doses ou dose única dos imunizantes
22/09/2021 às 20h27
Covid: em 11 dias, mais de 12,2 milhões concluíram vacinação (Divulgação)

Brasília - Com o ritmo acelerado de imunização, prioridade do Ministério da Saúde, o país alcança um cenário epidemiológico e sanitário mais confortável, graças a ampla adesão da população à Campanha Nacional de Vacinação. Reflexo disso é outra marca importante alcançada nesta quarta-feira (22): em 11 dias, mais de 12,2 milhões pessoas concluíram o esquema vacinal. Isso quer dizer que já são mais de 82,2 milhões de brasileiros, ou 52% da população adulta, imunizada com as duas doses ou dose única.

Enquanto a dose dois chega cada vez mais rápido aos braços dos brasileiros, de norte a sul do país, a primeira dose também segue em ritmo acelerado, com 142,6 milhões de aplicações, ou seja, mais de 90,2 % dos brasileiros maiores de 18 anos começaram o ciclo vacinal, o que começa a gerar sentimento de segurança, confiança e esperança para retomada segura das atividades. As médias móveis de casos e óbitos também estão em queda desde junho, com redução de mais de 70%. Além disso, há 14 dias consecutivos o Brasil registra média móvel de mortes por Covid na faixa de 500, índice que não era registrado desde o fim do ano passado.

A rede hospitalar também sente os efeitos positivos da vacinação e as taxas de ocupação em leitos Covid, clínicos e de UTI, estão diminuindo dia após dia. No momento, 23 estados já estão com ocupação abaixo de 50% e dentro dos padrões de normalidade, ou seja, apresentam o sistema de saúde menos sobrecarregado, com mais leitos e RH disponíveis, o que permite que outros casos não relacionados à Covid-19 possam ser atendidos com mais qualidade, além da retomada segura de cirurgias e procedimentos eletivos.

Estratégia

A chegada regular de vacinas é resultado de uma estratégia diversificada do Ministério da Saúde para a aquisição de imunizantes contra a Covid-19, que existe devido ao investimento realizado pelo Governo Federal na encomenda tecnológica e na transferência de tecnologia entre o laboratório da Astrazeneca e a Fiocruz. Existem ainda acordos diretos com as farmacêuticas Pfizer, Janssen e com o Instituto Butantan.

Desde o fim de março deste ano, o Ministério da Saúde vem registrando recordes no número de vacinação e na quantidade de vacinas distribuídas. No mês de agosto, a pasta enviou mais de 60,8 milhões de doses de vacinas para todos os estados e o Distrito Federal. Desde o início da campanha, já foram distribuídas mais de 287,9 milhões de doses das vacinas para todo Brasil. Ainda que os números da pandemia estejam em queda, as recomendações do Ministério da Saúde para evitar o contágio seguem indispensáveis. Entre elas estão o uso de máscara, limpeza das mãos e manter a distância segura.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte