Esporte | Equilíbrio

Sampaio enfrenta o Operário (PR) em busca de reabilitação

Apenas dois pontos separam os adversários; a Bolívia Querida tem 34 pontos e Fantasma tem 32 pontos; no jogo de ida, os paranaenses levaram a melhor por 1 x 0, em Ponta Grossa (PR)
11/09/2021
Sampaio enfrenta o Operário (PR) em  busca de reabilitaçãoSurian esconde a escalação do Sampaio contra o Operário (John Tavares / Sampaio Corrêa)

São Luís - Em uma competição muito equilibrada, o Sampaio Corrêa, que busca se aproximar do G-4 (zona de acesso) enfrenta o Operário (PR), que quer se afastar do Z-4 (zona de rebaixamento) neste sábado (11), às 16h30, no Castelão, em São Luís, pela 23ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Com apenas dois pontos de diferença: Bolívia Querida com 34 pontos e Fantasma com 32 pontos, farão confronto direto pela reabilitação na Segunda Divisão. No jogo de ida, os paranaenses levaram a melhor sobre os maranhenses por 1 x 0, em Ponta Grossa (PR).

Precisando desesperadamente da vitória para voltar a sonhar com o G-4, o técnico do Sampaio Corrêa, Felipe Surian, acredita que o seu time terá uma parada difícil contra o Operário. “É um time bem competitivo, que tem feito uma campanha até boa. Teve próximo ali do G-4, hoje não está tão próximo, mas se vencer a gente já começa a ter voos maiores. Temos que ter toda atenção. Esse jogo vale seis pontos”, disse ele.

Adepto ao mistério, Felipe Surian não decepcionou e escondeu a Bolívia Querida. Após fortalecimento muscular, Zé Mário está à disposição e briga por posição com Matheus Mascarenhas, que tem se destacado na lateral esquerda. O segundo, aliás, é favorito à vaga.

No ataque, Alan Godói se recuperou de lesão e volta a ficar à disposição. Ele ficou um bom tempo parado, então, dificilmente, Éder Lima perderá a vaga. Ainda no sistema ofensivo, Pimentinha brigará por vaga com Nádson.

O zagueiro Joécio e o atacante Ciel sentiram desconforto muscular e ainda serão reavaliados. O primeiro deve jogar, mas Ciel tem tudo para ficar de fora.

O Sampaio Corrêa parou nos 34 pontos após ser derrotado pela Ponte Preta por 3 x 2.

Do lado do Operário, Djalma Silva é lateral-esquerdo, mas ainda assim, vira e mexe é escalado como atacante pelo técnico Matheus Costa.

O atacante Felipe Garcia está suspenso após ter levado o terceiro cartão amarelo na derrota para o Vitória por 1 x 0. Matheus Costa poderia colocar Matheus Alemão na vaga ou Jean Carlo, que volta de lesão. Mas o treinador deve optar mesmo por Djalma Silva, colocando Fabiano na lateral esquerda.

O Operário, com 18 gols marcados em 22 jogos, tem o quinto pior ataque da Série B ao lado do Remo. A dupla supera apenas Vitória (17), Londrina (16), Vila Nova (15) e Brasil de Pelotas (RS) (14). Ainda no sistema ofensivo, Matheus Costa terá à disposição o meia-atacante Alan, contratado junto ao Palmeiras.

Os laterais Lucas Mendes e Alex Silva, o zagueiro Rafael Bonfim e os volantes Rafael Chorão e Vinicius Guedes, seguem entregues ao departamento médico, assim como os meias Tomas Bastos e Leandrinho, que se recuperam de cirurgias.

O Operário apanhou de Guarani (3 x 0) e Vitória (1 x 0) e ficou com 32 pontos.

ESCALAÇÕES

SAMPAIO X OPERÁRIO

SAMPAIO – Luiz Daniel; Watson, Joécio, Éder Lima e Matheus Mascarenhas (Zé Mario); Betinho, Ferreira e Eloir; Jean Silva, Nádson (Pimentinha) e Jackson

Técnico: Felipe Surian

OPERÁRIO – Simão; Fábio Alemão, Rodolfo Filemon, Reniê e Fabiano; Leandro Vilela, Marcelo e Rafael Longuine; Thomaz, Paulo Sérgio e Djalma Silva

Técnico: Matheus Costa

Local: Castelão, em São Luís (MA)

Data: 11 de setembro de 2021, sábado

Hora: 16h30 (de Brasília)

Árbitro: Vinícius Gomes do Amaral (RS)

Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Leirson Peng Martins (RS)

VAR: André da Silva Bitencourt (RS)

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte