Política | Crise

Pesquisas explicam o "recuo" de Bolsonaro, afirma Flávio Dino

Segundo o governador maranhense, a nova postura do presidente tem relação com a queda da sua popularidade
Gilberto Léda da editoria de Política10/09/2021 às 07h48
Pesquisas explicam o "recuo" de Bolsonaro, afirma Flávio DinoReprodução

SÃO LUÍS - O governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB), explicou, na noite de quinta-feira, 9, o motivo do recuo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), após o extremo tensionamento das relações com o Supremo Tribunal Federal (STF).

Também ontem, auxiliado pelo ex-presidente Michel Temer (MDB), o chefe do Executivo federal divulgou uma “Declaração à Nação”, na qual, em dez pontos, afirmou que não teve “nenhuma intenção de agredir quaisquer dos Poderes” e justificou que suas palavras “por vezes contundentes, decorreram do calor do momento”.

Leia também: "Não tive a intenção de agredir Poderes", diz Bolsonaro após atos de 7 de setembro

Segundo o governador maranhense, a nova postura do presidente tem relação com a queda da sua popularidade, atestada em pesquisas - mesmo após os atos de 7 de setembro, em que milhões de brasileiros foram às ruas em seu apoio.

Pesquisas realizadas ontem e hoje mostram queda da aprovação de Bolsonaro. Tal fato e a sua conhecida covardia explicam o “recuo”. Que não é sincero e por isso ninguém sabe quanto dura. De todo modo, espero que ele se dedique a um tema que lhe é estranho: TRABALHO.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte