Vida | Pandemia

Telemedicina avança no tratamento da síndrome pós-covid

Monitoramento de pacientes que foram acometidos pelo vírus é fundamental nos primeiros meses após a alta
05/09/2021 às 07h26

São Paulo - Já são mais de 20 milhões de casos do Covid-19 no Brasil, e muitos estudos estão sendo realizados para identificar as consequências e sequelas em pacientes que contraíram o vírus. Os sintomas da síndrome pós-covid (ou covid prolongada), podem durar semanas e até alguns meses após a infecção inicial. Com isso, o acompanhamento e monitoramento destes pacientes é essencial para mitigar e minimizar os riscos e complicações depois da alta, e a Telemedicina aparece como a principal aliada no tratamento a médio e longo prazo.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

Assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte