Política | Crise

Embate entre Yglésio e Cláudio Guimarães pode abrir crise institucional no MA

No fim de semana deputado estadual levou trator para reabrir acesso de moradores do Olho d''Água à praia, mas promotor de Justiça tentou impedir
Ronaldo Rocha da editoria de Política16/08/2021
Embate entre Yglésio e Cláudio Guimarães pode abrir crise institucional no MAReprodução

SÃO LUÍS - O deputado estadual Yglésio Moyses (PROS) e o promotor de Justiça Cláudio Guimarães protagonizaram nova polêmica no último fim de semana.

O parlamentar reuniu moradores bairro Olho d'Água e levou um trator para reabrir acesso da comunidade a um trecho da praia. O promotor de Justiça, contudo, tentou impedir a execução do serviço. O embate pode abrir nova crise institucional entre o Poder Legislativo e o Ministério Público do Maranhão.

Durante as discussões, Cláudio Guimarães sentou sobre um tubo de concreto, no trecho em que o trator passaria, e afirmou que estava no local para assegurar respeito a uma ordem judicial.

Yglésio aparace num vídeo aconselhando os moradores da comunidade a não se intimidarem com o promotor. "Não tenham medo dele não. Ele é só um promotor. Esse sujeito aqui não é dono da praia", afirmou o parlamentar.

Cláudio Guimarães aparece em vídeos em conversa com alguns cidadãos para justificar a sua postura na ocasião.

Crise

No mês de fevereiro deste ano Yglésio e Guimarães já haviam se envolvido numa forte polêmica. O deputado acusou o promotor de Justiça a agir com abuso de autoridade e truculência durante ações de fiscalização contra aglomerações em eventos, bares, restaurantes e casas de shows em São Luís.

O promotor reagiu em nota e cobrou sensibilidade e responsabilidade ao deputado.

Yglésio, em outra ocasião, utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa para reafirmar as acusações contra o membro do MP e disse que "Cláudio Guimarães vem agindo há muito tempo como se fosse xerife de São Luís. Mas, nós não vamos permitir", declarou na ocasião.

Foi então que a Associação do Ministério Público do Estado do Maranhão (AMPEM) reagiu por meio de nota publica e manifestou "total e irrestrito apoio aos membros do MP Maranhense que integram a Operação Harpócrates", da qual Guimarães fazia parte.

Até a publicação desta reportagem, a Assembleia Legislativa e o Ministério Público, não haviam se manifestado sobre o embate de Yglésio e Cláudio Guimarães no fim de semana.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte