Cidades | Contra a Covid-19

99,2% imunizados em São Luís; aplicadas mais de 1 milhão de doses de vacinas

Das doses aplicadas, 757.986 foram para vacinação em primeira dose e 243.980 para a segunda dose ou dose única; São Luís é a única capital brasileira a atingir esse resultado na campanha de imunização
Ismael Araújo / O Estado 14/08/2021
99,2% imunizados em São Luís; aplicadas mais de 1 milhão de doses de vacinasImunização segue com retardatários da primeira dose e segunda dose, conforme cartão de vacinação (Matheus Soares / O Estado)

São Luís - Mais de um milhão de doses de vacinas já foram aplicadas contra a Covid-19 em São Luís, segundo a Secretaria Municipal de Saúde (Semus). A gestão municipal da capital já recebeu, via Estado, até sexta-feira (13), 1.095.579 mil doses dos imunizantes CoronaVac, AstraZeneca/Oxford e Pfizer. É de 99,2% a cobertura vacinal da população em geral a partir de 12 anos. A capital maranhense é a única no país a atingir esse resultado na campanha de vacinação contra o novo coronavírus.

A Semus informou que até o último dia 12 um total de 1.001.966 doses de vacinas contra o novo coronavírus tinham sido aplicadas na capital. Desta quantidade, 757.986 foram aplicadas em primeira dose e 243.980 foram em segunda dose ou com a dose única.

Ainda na sexta-feira, 13, os nove postos de vacinação, que estão espalhados na cidade, funcionaram durante todo o dia para aplicação da primeira dose nos retardatários de 18 anos ou mais, com ou sem comorbidade. A movimentação nesses pontos de imunização foi tranquila.

Segundo os dados do 'Vacinomêtro', plataforma da Semus, o Centro Municipal de Vacinação do Sebrae apresentou fila moderada, no drive-thru do Espaço Reserva do Shopping da Ilha, pouca fila, enquanto, o drive-thru da UEMA, drive-thru da UFMA, drive-thru do Ceuma do Renascença, no Centro de Vacinação da UEMA, no Centro de Vacinação da UFMA, no Centro de Vacinação da UNDB e no Centro de Vacinação do IFMA do Maracanã, não apresentaram fila, principalmente, durante o período da manhã.

Aceleração da vacina
A aplicação da 1ª dose da vacina contra a Covid-19, dentro do que preconiza o Plano Nacional de Imunização (PNI) por faixa etária, foi concluída no dia 22 de junho deste ano, de forma oficial, em São Luís, com cerca de 80% da população adulta, a partir de 18 anos, imunizada. A campanha de vacinação começou na capital no dia 19 de janeiro deste ano.

O aumento da cobertura vacinal e a consequente aceleração da vacinação da população em São Luís foi possível após o envio de 300 mil doses extras de vacinas contra a Covid-19 pelo Ministério da Saúde, no dia 23 de maio, aos quatro municípios da Grande Ilha (São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa).

Isso ocorreu após a confirmação de seis casos da Variante Delta, ou variante indiana em tripulantes do navio MV Shandong DA Zhi, proveniente da Índia. Das doses recebidas, 210 mil foram destinadas para a capital. A orientação na época, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, era que todo o lote de vacinas fosse aplicado em 1ª dose.

Uma outra razão para a aceleração da vacinação é que a população de cada faixa etária é diferente em cada capital do país. Segundo o Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a maior parte da população da capital maranhense está na faixa etária entre 20 a 24 anos.

Em razão da rapidez com que a Prefeitura de São Luís conduziu a etapa de vacinação do público adulto se tornou viável a imunização dos adolescentes de 12 a 17 anos. O imunizante que está sendo aplicado nos adolescentes é o da Pfizer, seguindo a recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que autorizou a vacina da farmacêutica contra Covid-19 para o público dessa faixa etária.

Imunização
A Prefeitura informou que as pessoas que vão se vacinar precisam fazer o cadastro prévio na plataforma # VacinaSãoLuís para garantir a quantidades de doses necessárias para os grupos convocados aos locais de vacinação. Como também levar um documento oficial com foto e o comprovante de residência.

Antes de se dirigir a um local de vacinação, é importante saber como está a fila de imunização. Em São Luís há o Filômetro, uma plataforma na qual é possível saber qual o melhor local para tomar a dose de vacina. Por meio do sistema, o público sabe onde tem 1ª e 2ª dose e como está o andamento da fila da vacinação em todos os pontos.

SAIBA MAIS

Busca ativa
Para garantir a vacinação de toda a população, foi feita a busca ativa de idosos que não tinham acesso à internet para realizar seu cadastro na plataforma #VacinaSãoLuís. A população com dificuldade de locomoção, idosos acamados e moradores de áreas de difícil acesso foram vacinados em casa pelas equipes da Semus. Pacientes oncológicos e dialíticos receberam as doses nas unidades em que fazem seu tratamento.

INTERNAÇÃO

Oferta de leitos
Em paralelo às ações voltadas para garantir a imunização a toda população apta a receber a vacina, a Prefeitura de São Luís abriu 120 leitos exclusivos para atendimento a pacientes com Covid-19, sendo 30 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 90 leitos de enfermaria. Desde setembro de 2020, São Luís não possuía nenhum leito em funcionamento na capital. Agora, com o alto percentual de vacinados e a queda no número de internações, notícia comemorada pelos ludovicenses, parte desses leitos foi desativada, passando a reforçar o atendimento em outras especialidades na rede municipal de saúde.

FIQUE ATENTO

Locais de vacinação na capital

  • Centro Municipal de Vacinação – (Multicenter Sebrae)
  • Drive-thru - Espaço Reserva (ao lado do Shopping da Ilha)
  • Drive-thru – UEMA
  • Centro de Vacinação da UEMA
  • Drive-thru Ceuma Renascença (entrada pela Via Expressa)
  • Centro Municipal de Vacinação – UFMA
  • Drive-thru – UFMA
  • Centro de Vacinação do IFMA Maracanã
  • Centro de Vacinação da UNDB, no Renascença

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte