Eleições 2022

Edivaldo Júnior se filia nesta quarta-feira ao PSD para a disputa de 2022

Ex-prefeito de São Luís ingressa em partido para a disputa das eleições para o Governo do Estado em 2022; ato de filiação ocorrerá em Brasília, ao lado de Gilberto Kassab e Edilázio Júnior

Ronaldo Rocha da editoria de Política

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h15
(Edilázio, Edivaldo e Camila Holanda)

SÃO LUIS - O ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, ingressa oficialmente hoje ao Partido Social Democrático (PSD) para a disputa do Governo do Estado no pleito de 2022.

O ato de filiação do ex-gestor público ocorrerá em Brasília, ao lado do presidente nacional do partido, Gilberto Kassab, e do presidente estadual da legenda no Maranhão, deputado federal Edilázio Júnior.

Edivaldo deverá ser confirmado pelo comando do partido como candidato a governador do pleito do próximo ano. O anúncio deve ser feito por Kassab.

Desde o momento em que foi anunciado no PSD, Edivaldo teve o seu nome vinculado à sucessão do governador Flávio Dino (PSB).

Edilázio Júnior e o deputado estadual César Pires (PV) - que vai também vai migrar para o PSD -, já asseguram o cenário. O ex-prefeito, contudo, tem se mantido em silêncio sobre o tema.

Ontem, o presidente do partido no Maranhão destacou o ato de filiação de Edivaldo.

“Acompanhe pelo meu instagram o ato de filiação do ex-prefeito Edivaldo Júnior ao nosso partido, o PSD. Um grande quadro que vem para somar forças em busca de um Maranhão melhor para todos”, escreveu Edilázio em seu perfil em rede social.

Incursão

Na primeira semana do mês de julho, logo após o anúncio de filiação ao PSD, Edivaldo realizou uma visita de cortesia a Edilázio Júnior na sede do PSD.

Uma semana depois, ele deu início a uma movimentação política para a consolidação de sua pré-candidatura ao Executivo Estadual.

Na ocasião, ele se reuniu com Edilázio; com o deputado estadual César Pires; com o médico Pedro Neres, filho do prefeito da cidade de Codó, José Franscisco, e com o advogado Dalton Arruda. Todos devem integrar chapas proporcionais do partido para a Câmara Federal e para a Assembleia Legislativa.

Durante o encontro Edivaldo conversou sobre o projeto do partido e ouviu os pré-candidatos para 2022.

Após a agenda, Edilázio revelou a O Estado que logo depois do ato de filiação - que ocorrerá hoje -, ele vai percorrer municípios do interior do estado ao lado de Edivaldo para fortalecer o projeto de pré-candidatura do ex-prefeito ao Palácio dos Leões.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.