Polícia | Julgamento

Justiça condena delegado da Polícia Civil e três agentes

O delegado e os policiais civis cometeram crimes de abuso de poder e violação de dever com a Administração Pública para obter vantagem econômica
22/07/2021
Justiça condena delegado da Polícia Civil e três agentes. (Divulgação)

São Luís - O Poder Judiciário condenou o delegado de Polícia Civil, Kairo Clay Mesquita de Mesquita; e os policiais civis, Eldhon da Silva Costa, Sandra Helena Alencar Pinheiro e Carlos Sérgio Nunes Silva, pelos crimes de abuso de poder e violação de dever com a Administração Pública para obter vantagem econômica.

A decisão judicial foi assinada pelo juiz da 1ª Criminal de São Luís, Ronaldo Maciel. De acordo com a determinação judicial, Kairo Clay foi condenado a uma pena de sete anos e cinco meses de reclusão que deverá ser cumprida na Penitenciária de Pedrinhas, em regime, inicialmente no semiaberto.

A condenação de Eldhon da Silva foi de 14 anos e nove meses, a qual deverá ser cumprida na Penitenciária de Pedrinhas, em regime, inicialmente fechado. Sandra Helena foi condenada a cinco anos e cinco meses, que deverá ser cumprida em Pedrinhas, em regime, inicialmente semiaberto. Enquanto, a condenação de Carlos Sérgio foi quatro anos e ove meses ser cumprida de forma inicial no regime semiaberto.

A decisão judicial apurou que o delegado Kayo Clay e os policiais civis utilizaram da sua função de profissional da área de segurança pública para a prática de crimes de abuso de poder e violação da dever para com a Administração Pública com o objetivo de obter vantagem econômica e estão impedidos de assumir cargo público por um prazo de oito anos.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte