Cidades | Pandemia

Desativadas barreiras sanitárias nas entradas de São Luís

Segundo a SES, a ação, desencadeada após o surgimento de um caso da variante Delta, foi encerrada com 96% dos resultados negativos para Covid-19
Evandro Júnior / O Estado14/07/2021
Desativadas barreiras sanitárias nas entradas de São LuísLocal de testagem rápida da covid no aeroporto de São Luís (Matheus Soares / O Estado)

São Luís - As barreiras sanitárias para testagem de passageiros nas principais entradas de São Luís, como aeroporto, rodoviária e terminal de ferry-boat, foram desativadas recentemente pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). Segundo o órgão, a medida era temporária, apenas para rastreio de casos suspeitos da Covid-19, em razão do aparecimento da variante Delta no Maranhão.

Após uma bem-sucedida ação de vigilância epidemiológica e sanitária, o órgão conseguiu interromper e evitar a transmissão local da variante. De acordo com a SES, a ação foi encerrada com 96% dos testes negativos para Covid-19.

Os exames para os casos suspeitos, no entanto, continuam sendo realizados nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) distribuídas pelo estado para pessoas com síndromes respiratórias, cujos sintomas são graves ou moderados. O órgão informou que pacientes com sintomas leves e assintomáticos devem buscar as Unidades Básicas de Saúde, da gestão municipal, conforme indicação de cada Prefeitura para testagem.

A atividade de monitoramento, vigilância epidemiológica e sanitária e assistência em saúde, conforme a SES, também é compartilhada com os municípios. Cada Secretaria Municipal de Saúde deve cumprir o Plano de Enfrentamento à Covid-19 em âmbito local, de modo a reduzir riscos de transmissão do vírus, aumento dos casos, bem como assistir os pacientes com sintomas suspeitos em suas cidades.

Fiscalização
A Secretaria Municipal de Saúde de São Luís (Semus) frisou que a fiscalização nos terminais de embarque e desembarque da capital ocorre, neste momento, pelos órgãos estaduais e federais, que contam com a colaboração e apoio logístico do município. A pasta ressaltou que a Vigilância Sanitária Municipal verifica o cumprimento dos protocolos sanitários com base nos decretos governamentais em vigência, ou seja, o distanciamento social em bares e restaurantes e em outros estabelecimentos do gênero, além de outras questões, como horário de fechamento, limite de público e outras medidas.

Variante Delta
No mês de maio, um indiano de 54 anos foi internado na UTI de um hospital de São Luís com sintomas da variante indiana do coronavírus (Delta). Ele foi intubado após apresentar piora no quadro clínico, no dia 22 de maio. A partir daí, o Governo do Estado passou a tomar várias medidas para evitar a transmissão da cepa.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte