Política | Internado

Bolsonaro: médicos avaliam necessidade de cirurgia de emergência

Em nota, a Secretaria de Comunicação da Presidência da República informou que presidente enfrenta quadro de obstrução intestinal e deve ser transferido para São Paulo
14/07/2021 às 16h12
Bolsonaro: médicos avaliam necessidade de cirurgia de emergênciaBolsonaro deu entrada, nesta quarta-feira, no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília (Agência Brasil)

Brasília - O presidente da República, Jair Bolsonaro, enfrenta um quadro de obstrução intestinal e deve ser transferido para São Paulo para que os médicos avaliem a necessidade de uma cirurgia de emergência, informou nesta quarta-feira (14), em nota oficial, a Secretaria de Comunicação da Presidência da República. A nota emitida pelo governo não esclarece se a transferência será feita ainda nesta quarta.

O presidente Jair Bolsonaro deu entrada, hoje (14), no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília, para a realização de exames para investigar a causa de soluços persistentes que vem tendo há alguns dias. A medida foi tomada por decisão de sua equipe médica.

Em nota, a Secretaria Especial de Comunicação Social informou que Bolsonaro ficará sob observação, no período de 24 a 48 horas, não necessariamente no hospital. “Ele está animado e passa bem”, diz a nota.

A agenda do dia do presidente foi cancelada. Nesta manhã, ele participaria de uma reunião entres os presidentes do Judiciário, Executivo e Legislativo, para discutir as relações entre os poderes. O encontro deverá ser reagendado.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte