Geral | Universidade

MEC oferta 5.152 bolsas do ProUni para o ensino superior no estado

Estão sendo ofertadas por meio do programa 1.320 bolsas integrais e 3.832 bolsas parciais no Maranhão para o segundo semestre deste ano; prazo de inscrição para vagas em cursos presenciais ou à distância começa hoje
Daniel Matos13/07/2021
MEC oferta 5.152 bolsas do ProUni para o ensino superior no estadoMaranhão tem 1.120 bolsas integrais e 3.832 bolsas parciais ofertadas pelo ProUni para o 2º semestre (Divulgação)

O Ministério da Educação está ofertando 5.152 bolsas em instituições de ensino superior particulares por meio do Programa Universidade para Todos (Prouni) para o segundo semestre deste ano. Os candidatos às bolsas já podem consultar as opções disponíveis na página do Prouni. Em todo o país, estão sendo oferecidas 134.329 bolsas, sendo 69.482 bolsas integrais e 64.847 parciais, para 10.821 cursos em 952 instituições de ensino superior da rede privada.

O MEC publicou, no último dia 9, no site do Prouni, todas as informações sobre as bolsas disponíveis para que os interessados em disputar uma bolsa possam consultar, com antecedência, as opções ofertadas para todo o país.

Para o Maranhão, o MEC está disponibilizando 1.320 bolsas integrais e 3.832 bolsas parciais.
A busca pode ser feita por tipo de bolsa (integral e parcial), modalidade (presencial e a distância), curso, turno, instituição e localidade do campus. O prazo para as inscrições começa hoje. As inscrições serão realizadas exclusivamente pela internet, na página do Prouni, até as 23h59 do dia 16 de julho. O cronograma completo também pode ser consultado na página do programa.

O Prouni é um programa de acesso ao ensino superior que oferece bolsas de estudo integrais e parciais (50%) em instituições particulares de ensino para quem não tem ensino superior.

Requisitos

Para concorrer às bolsas integrais, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo. Para as bolsas parciais (50%), a renda familiar bruta mensal, por pessoa da família, deve ser de até 3 salários mínimos. O candidato também precisa ter realizado o último Enem e ter alcançado, no mínimo, 450 pontos de média nas notas. Além disso, o estudante não pode ter tirado zero na redação ou ter feito o Enem na condição de treineiro.

Para participar do Prouni é preciso, ainda, atender a pelo menos uma das seguintes condições: ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou em escola da rede privada, desde que na condição de bolsista integral da respectiva instituição. Esta condição é válida tanto para quem cursou todo o ensino médio em escola privada, como para quem teve apenas uma parte dos estudos realizados em escola privada, sendo a outra parte em escola pública. As demais condições são: ser pessoa com deficiência; ser professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica e integrar o quadro de pessoal permanente de instituição pública. Para quem comprova ser professor da rede pública não é aplicado o limite de renda exigido aos demais candidatos.

Bolsas

Os quatro estados com maior oferta de bolsas em geral são, nessa ordem: São Paulo, Minas Gerais. Goiás e Paraná.

Bolsa permanência

O MEC realizou, em junho, o pagamento e R$ 3,7 milhões referente a parcela de maio do Programa Bolsa Permanência do Prouni (PBP-Prouni). O recurso foi disponibilizado a 9.174 estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica que cursam graduação com bolsa integral do Programa Universidade para Todos (Prouni).
O PBP-Prouni é um dos programas da Secretaria de Educação Superior do MEC voltados para a assistência estudantil e promoção da permanência de estudantes no ensino superior.
Cada bolsista do PBP Prouni recebe o auxílio de R$ 400 por mês para custear despesas com alimentação, transporte e material didático. O pagamento é creditado, exclusivamente, em conta corrente bancária individual do estudante, cujo número de inscrição no Cadastro de Pessoa Física seja igual ao constante no Sistema Informatizado do Prouni (Sisprouni).

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte