Política | Vacina

Não há prazo para a chegada da Sputnik V no Maranhão, diz governador

O Maranhão tem assegurado o recebimento de 141 mil doses da vacina - após a assinatura de contrato -, que somente poderá ser aplicada em adultos saudáveis, ou seja, sem comorbidades, de 18 a 60 anos de idade
Ronaldo Rocha da editoria de Política09/07/2021 às 13h34
Não há prazo para a chegada da Sputnik V no Maranhão, diz governadorDivulgação

SÃO LUÍS - O governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB), afirmou em entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira (9), que ainda não há prazo definido para que o estado receba lote da vacina russa Sputnik V.

O Maranhão tem assegurado o recebimento de 141 mil doses da vacina - após a assinatura de contrato -, que somente poderá ser aplicada em adultos saudáveis, ou seja, sem comorbidades, de 18 a 60 anos de idade.

O posicionamento do chefe do Executivo ocorreu após o governador do estado do Piauí, Wellington Dias, presidente do Consórcio Nordeste, afirmar que as doses devem chegar nos próximos dias aos estados da região.

Dino explicou durante a entrevista que recebeu somente ontem o Termo que deve ser celebrado entre o Estado e a Anvisa.

Ele disse que ainda é preciso cumprir pelo menos duas etapas antes de obter a autorização para importar a vacina.

“Está sob a análise da Secretaria de Saúde e da Procuradoria-Geral do Estado e hoje nós vamos concluir essa análise porque esse termo é que permite a celebração de um aditivo contratual com o Fundo Soberano da Rússia, que é um órgão do Governo da Rússia para que aí sim haja a licença de importação das vacinas”, explicou.

Flávio Dino ponderou que não há como “cravar” uma data, uma vez que ainda depende de dois atos jurídicos.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte