Cidades | Pandemia

Samu: média diária de 155 pessoas com sintomas de covid são atendidas

Em relação aos atendimentos, em geral, o número corresponde a 7,71% das chamadas de urgência; o Samu dispõe de 41 médicos, 54 enfermeiros, 99 técnicos de enfermagem
08/07/2021
Samu: média diária de 155 pessoas com sintomas de covid são atendidasAtendimento do Samu a pessoas com sintomas de covid é intenso (Paulo Soares / O Estado)

São Luís - Pelo menos 155 pessoas com sintomas de Covid-19 são atendidas, diariamente, pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), gerido pela Prefeitura de São Luís. A informação foi repassada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus). O órgão informou que os atendimentos mensais voltados para esses casos em relação aos outros tipos de chamados correspondem a 7,71%, considerando o transporte de pacientes para unidades de saúde específicas.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, considerando dados do ano passado com os compilados entre março e junho deste ano, houve aumento de 10% na taxa de atendimentos pelo Samu de pessoas suspeitas ou com a Covid-19 na faixa etária entre 31 e 60 anos.

Em contrapartida, entre as pessoas com idades de 61 a 100 anos ou mais, a taxa de atendimentos no mesmo período, ou seja, entre março e junho deste ano, em comparação com 2020, caiu 12%. Na faixa etária mais jovem, o órgão reforçou que foi registrado um aumento de 3% no número de atendimentos.

Estrutura
Atualmente, o Samu dispõe de 41 médicos, 54 enfermeiros, 99 técnicos de enfermagem, além de dez ambulâncias de suporte básico, três ambulâncias de suporte avançado, outras três que compõem a chamada “reserva técnica” e duas motolâncias.

Desde o início da pandemia de Covid-19, conforme a Secretaria Municipal de Saúde, o serviço incluiu em sua rotina, como uma das prioridades, o suporte (seja por orientação via telefone ou encaminhamento por uma das unidades móveis) para pessoas com suspeita ou com a Covid-19.

As chamadas de emergência, referentes à Covid-19, para o Samu, com o impacto da vacinação, de acordo com o órgão, tem diminuindo gradativamente, com a expectativa de queda ainda mais acentuada nos próximos meses.

NÚMEROS

  • 155 é a média diária de pessoas atendidas pelas ambulâncias do Samu
  • 7,71% é o percentual de chamadas referentes a pacientes com sintomas de Covid-19, em relação às chamadas no geral
  • 10% é o percentual de aumento nas chamadas, entre os meses de março e junho, referentes a pessoas suspeitas ou com a Covid-19 na faixa etária de 31 a 60 anos, comparando-se com o mesmo período do ano passado
  • 12% é a queda no percentual de atendimento referente a pessoas com idades entre 61 e 100 anos ou mais entre os meses de março e junho, comparando-se o mesmo período de 2021 com o ano passado
  • 41 é o número de médicos que trabalham no Samu
  • 54 é o número de enfermeiros que atendem no serviço de urgência
  • 99 é o número de técnicos de enfermagem
  • 10 é o número de ambulâncias para suporte técnico
  • 3 é o número de ambulâncias para suporte avançado
  • 3 é o número de ambulâncias da “reserva técnica”
  • 2 é o número de motolâncias

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte