Geral | Memória

UFMA homenageia vítimas da Covid-19 em encontro virtual

Memorial foi inaugurado para eternizar as vítimas que mantiveram conexão com a universidade
12/06/2021
UFMA homenageia vítimas da Covid-19 em encontro virtualReitor Natalino Salgado na solenidade em memória das vítimas (Divulgação)

A comunidade acadêmica da Universidade Federal do Maranhão realizou, na noite de ontem, 10, com transmissão no Canal Institucional da UFMA no Youtube, a Celebração da Esperança – Homenagem às vítimas da COVID-19 e seus familiares. A cerimônia virtual foi acompanhada por cerca de 460 pessoas, entre servidores, estudantes, egressos, familiares, amigos e parceiros da UFMA,

Desde abril de 2020, a Universidade Federal do Maranhão contabilizou 95 vítimas da COVID-19, divididas entre servidores ativos (15), servidores aposentados (23), familiares dos servidores (36), estudantes (4), egressos (5), autoridades maranhenses (6), parceiros (5), terceirizados (1).

Emocionada, a superintendente do Hospital Universitário da UFMA, Joyce Lages, deixou uma palavra de conforto aos familiares que sentirão a dor de uma saudade eterna.
“A saudade e a gratidão nos reúne na noite de hoje. Tenho fé e certeza que nossos familiares e amigos continuam vivos, só passaram para o outro lado. Vivem hoje com o Criador e em nossos corações. A dor da saudade será eterna, mas amenizada com o tempo”, desabafou Lages.

Como forma de eternizar todas as pessoas que, de alguma forma, tiveram conexão com a Universidade, foi lançado o Memorial das Vítimas da Covid-19, que ficará disponível, permanentemente, no site da instituição. “É um tempo de dor, de luto e, também, de luta, mas é o momento que precisamos ter resiliência e condições de homenagear todas as pessoas vítimas da pandemia”, revelou o vice-reitor e diretor de comunicação, Marcos Fábio Belo Matos.

Diante de um misto de solidariedade e gratidão, o reitor Natalino Salgado manifestou a esperança por um mundo melhor, a expansão da ciência e a melhoria constante de cada ser humano.

“Solidariedade com as milhares de famílias que perderam entes queridos e, aos poucos, tentam refazer a caminhada. “Faço votos que consigam ultrapassar esta provação e tornar a viver dias felizes. O sentimento de gratidão é dedicado a todos os profissionais que não mediram esforços com a missão honrosa de salvar vidas e aliviar males e que provaram que a alma humana é maior que as diversidades. Meus amigos, tenhamos fé em Deus!”, desejou o reitor.

Também deixaram mensagens de otimismo e paz o diretor da Unificação da Federação Espírita do Maranhão (FEMAR), Fábio de Carvalho; a professora do Departamento de Turismo da UFMA, Graça Reis (Vodunsi He do Tambor de Mina - Casa Ilê Axé Yemowa); o pastor da Igreja Batista Fonte de Vida, Rubem da Silva; e o padre da Paróquia de Santa Terezinha, no Filipinho, Cláudio Corrêa.

Como um “remédio” para dor da alma, a celebração contou ainda com belas interpretações musicais do Grupo Versus, da cantora Cecília Leite com o tenor Ronaldo Ribeiro, e do cantor e professor do curso de Música da UFMA Dynan Melo.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte