Política | Investigação

Vereadores de Chapadinha instauram CPI municipal da Covid

Parlamentares querem apurar supostas irregularidades cometidas em 2020 pelo ex-prefeito
José Linhares Jr./Editoria de Política02/06/2021 às 15h52
Vereadores de Chapadinha instauram CPI municipal da CovidVereadores de Chapadinha querem investigar gestão de Magno Bacelar (Divulgação)

A Câmara Municipal de Chapadinha deve instaurar criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar supostas ilegalidades cometidas em 2020. Na ocasião a cidade era gerida pelo ex-prefeito Magno Barcelar.

Segundo o requerimento enviado ao presidente da casa e protocolado no dia 1º de junho, são apontados algumas irregularidades como pagamento irregular de salários e fornecedores fictícios.

O requerimento foi assinado por sete dos quinze vereadores que compõe a casa. São eles: Itamar Macêdo, Alberto Carlos, Irenildes Portela, Ranildo Santos, Marinete Lima, Matheus Cavalcante e Isalena Carvalho.

Mais

No requerimento os parlamentares apontam as seguintes ilegalidades cometidas pelo ex-prefeito Magno Bacelar:

a) Pagamentos irregulares de salários à médicos, sem a efetiva prestação de serviço à saúde, conforme oficio do 2. Departamento de Combate à Corrupção, da Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção;

b) Débitos empenhados e não liquidados e inseritos/registrados em restos a pagar, no valor de R$ 3.412.270,68 (três milhões quatrocentos e doze duzentos e setenta reais e sessenta e oito centavos), conforme consta do Registro de Restos a Pagar do exercício de 2020;

c) Pagamentos irregulares a empresas supostamente de fachadas.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte